Política e cultura no governo de D. João VI (1792-1821)

Orientador: Leila Mezan Algranti

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Meirelles, Juliana Gesuelli, 1977-
Orientador/a: Algranti, Leila Mezan, 1953-
Banca: Monteiro, Rodrigo Bentes, Marson, Izabel Andrade, Oliveira, Cecilia Helena Lonrenzini de Salles, Silva, Maia Beatriz Nizza da
Format: Tese
Language:por
Published: [s.n.]
Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Programa: Programa de Pós-Graduação em História
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/281086
Citação:MEIRELLES, Juliana Gesuelli. Política e cultura no governo de D. João VI (1792-1821). 2013. 341 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/281086>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Resumo Português:Resumo: Esta tese investiga os possíveis sentidos da política cultural durante a governança de D. João no mundo luso-brasileiro entre os anos de 1792-1821. O ponto de partida da pesquisa dá-se no início de sua Regência (1792) e encerra-se com seu retorno a Lisboa (1821). Sob as diretrizes do iluminismo luso-brasileiro, a investigação das especificidades da política cultural joanina recaiu sobre quatro locus de cultura de ampla interlocução social: a imprensa interatlântica, os Reais teatros, as Reais Academias Militares e as Reais Bibliotecas Públicas da Corte. Através de uma abordagem interatlântica, buscamos compreender as peculiaridades da administração joanina no universo da cultura em um período de grave crise política no Império Português
Resumo inglês:Abstract: This thesis investigates the cultural policy fostered by D. João's government in the Luso-Brazilian world during the years 1792-1891. The project has as its starting point the beginning of his reign (1792) and concludes with his return to Lisbon (1821). In the light of the Luso-Brazilian Enlightenment, the research has focused on 4 cultural locus of wide-ranging social reach: the inter-Atlantic press, the Royal theatres, the Royal military academies and the Court's Royal public libraries. Through an inter-Atlantic approach, the present study hopes to understand the intricacies of D. João's administration of the cultural sector in a period of deep political crisis in the Portuguese Empire