O IDORT enquanto proposta educacional no contexto de formação da hegemonia burguesa no Brasil(1930-1944)

Orientador: Jose Claudinei Lombardi

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:1997
Main Author: Picheli, Valdir
Orientador/a: Lombardi, José Claudinei, 1953-
Format: Dissertação
Language:por
Published: [s.n.]
Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação
Assuntos em Português:
Online Access:http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253330
Citação:PICHELI, Valdir. O IDORT enquanto proposta educacional no contexto de formação da hegemonia burguesa no Brasil(1930-1944). 1997. 143f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253330>. Acesso em: 23 jul. 2018.
Resumo Português:Resumo: Esta dissertação discute as propostas e o ideário do Instituto de Organização Racional do Trabalho (IDORT), fundado pela burguesia industrial paulistana em 1932. Tais propostas serviram como base para a organização do modelo educacional brasileiro nos anos trinta e quarenta. Dessa maneira, há a preocupação de inserir as reformas educacionais num contexto mais amplo, no qual se configurava a nova ordem hegemônica da burguesia industrial sobre a sociedade brasileira. Esse trabalho procurou, também fazer, uma discussão com a bibliografia da história educacional sobre o período ao qual nos referimos. Houve uma preocupação em visualizar os embates ideológicos em tomo da questão educacional nos anos trinta e quarenta relacionados com os interesses das classes sociais presentes naquele cenário. Dessa maneira, foi possível visualizar como se articulou um processo que identificou o discurso burguês no campo da educação como sinônimo do progresso. Isso possibilitou relegar ao plano do esquecimento, bandeiras e projetos realmente progressistas se observados a partir dos interesses populares
Resumo inglês:Abstract: Not informed