Liberalismo, neoliberalismo e educação : Roque Spencer Maciel de Barros, um ideologo da burguesia brasileira

Orientador: Maria Elizabete Sampaio Prado Xavier

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2003
Main Author: Orso, Paulino Jose
Orientador/a: Xavier, Maria Elizabete Sampaio Prado, 1948-
Format: Tese
Language:por
Published: [s.n.]
Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253108
Citação:ORSO, Paulino Jose. Liberalismo, neoliberalismo e educação: Roque Spencer Maciel de Barros, um ideologo da burguesia brasileira. 2003. 2v. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/253108>. Acesso em: 3 ago. 2018.
Resumo Português:Resumo: Esta Tese trata do liberalismo, do neoliberalismo e da educação em Roque Spencer Maciel de Barros. Procura analisar seu pensamento e sua obra, explicitar suas contradições e demonstrar que o liberalismo é a ideologia justificadora da sociedade burguesa, neste caso da burguesia brasileira. Na primeira parte apresentamos a trajetória intelectual do autor: sua formação e a construção de sua imagem de mundo e de homem. Na segunda tratamos do liberalismo. Abordamos como compreende a história do liberalismo, a relação com o "totalitarismo", a justificação e legitimação do liberalismo, as condições de possibilidade de uma vida ética e o liberalismo atual, o chamado "neoliberalismo". Na terceira tratamos da educação. Analisamos as razões do surgimento tardio da primeira universidade brasileira - a Universidade de São Paulo -, a criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras e os motivos e os fins para os quais foram criadas; tratamos do surgimento da Faculdade de Educação e como o autor compreendia a relação entre a História, a Filosofia e a Educação. Após isto, analisamos a Campanha em Defesa da Escola Pública ocorrida no final dos anos 50, a Reestruturação da USP, a Reforma Universitária e como e porque foram realizadas. Como se trata de uma análise de larga duração, um tanto rara nestes dias, na medida em que passamos do plano abstrato para o concreto, desmistificamos tanto o liberalismo como a educação brasileira e mostramos que Roque Spencer Maciel de Barros revela-se um ideólogo da burguesia brasileira
Resumo inglês:Abstract: This thesis is about liberalism, neoliberalism and Roque Spencer Maciel de Barros' view of education. It once tries to analyses his thoughts and works as well as it tries to explain his contradictions and it tries to show that liberalism is an ideology that justifies the bourgeois society. In the first part it shows the author's intelectual trajectory: his background and the construction of his idea of world and mankind. In the second part it considers the liberalism itself, its relation to "totalism", the justification and ligitimacy of liberalism, the possibilities of an ethical life and the contemporary liberalism, the so-called "neoliberalism". In the third part it deals with education. It analyses the reasons of the late creation of the first university of Brazil - The University of Sao Paulo-, the creation of the "College of Philosophy, Science and Literature" and the reasons and purposes of these creations; it also considers the creations of the "College fo Education" and how the author understood the relations among history, philosophy and education. After that it ana1yses the campaign for the Public School at the end of the fifties, the restructuring of the University of Sao Paulo, the University Reform and how and why they happened. As it is a big ana1ysis, seldom enough these days, wich goes from abstract to concrete, it dispel the myth of liberalism and education