O neocalvinismo holandês e o movimento de cosmovisão cristã

O objetivo deste trabalho consiste em apresentar os autores e as principais ideias que levaram ao que ficou conhecido como neocalvinismo holandês no século XIX. A partir do desenvolvimento de ideias como a soberania de Deus, a graça comum, o mandato cultural, a crítica a dicotomia grega na teologia...

Nível de Acesso:openAccess
Data de Defesa:2012
Autor/a: Rodomar Ricardo Ramlow lattes
Orientador/a: Valério Guilherme Schaper lattes
Banca: Erico João Hammes lattes, Enio Ronald Mueller lattes
Tipo Documento: Dissertação
Idioma:por
Instituição de Defesa: Faculdades EST
Programa: Programa de Teologia
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Download Texto Completo:http://tede.est.edu.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=400
Resumo Português:O objetivo deste trabalho consiste em apresentar os autores e as principais ideias que levaram ao que ficou conhecido como neocalvinismo holandês no século XIX. A partir do desenvolvimento de ideias como a soberania de Deus, a graça comum, o mandato cultural, a crítica a dicotomia grega na teologia e outras, é que homens como os holandeses Abraham Kuyper e Herman Dooyeweerd, tiveram suas vidas marcadas como cristãos que lutaram e viveram por um cristianismo que não aceitasse ficar relegado dentro dos muros eclesiásticos. Compreendendo o cristianismo como uma cosmovisão abrangente a partir do motivo básico bíblico Criação-Queda-Redenção, os proponentes desse movimento de reforma influenciaram diversos cristãos e pensadores em todo o mundo. Nos últimos anos também no Brasil se constata a atuação de pessoas simpatizantes deste movimento bem como o surgimento de publicações sobre o tema da cosmovisão cristã. Marcadamente um movimento com pretensões de reforma cultural e não meramente eclesiásticas, as iniciativas multiplicam-se pelo país. Além dos principais autores que deram origem ao neocalvinismo holandês, este trabalho visa também focar o surgimento do conceito de cosmovisão cristã e quais seriam os desdobramentos e a proposta de inserção social ou cultural na concepção dos proponentes do movimento.
Resumo inglês:The purpose of this work is to present the authors and the main ideas which led to what became known as Dutch Neo-calvinism in the nineteenth century. From the development of ideas as the sovereignty of God, common grace, the cultural mandate, the criticism of theology and the Greek dichotomy and others, is that the Dutch men like Abraham Kuyper and Herman Dooyeweerd, had their lives marked as Christians who fought and lived for a Christianity that did not accept to be relegated within the church walls. Understanding Christianity as a comprehensive worldview from the Biblical ground-motive Creation-Fall-Redemption, the proponents of this reform movement influenced many Christian and thinkers worldwide. In recent years in Brazil it is also noted the role of people sympathetic to this movement and the emergence of publications on the subject of the Christian worldview. Markedly, a movement with claims of cultural reform and not merely ecclesiastical, initiatives are multiplying across the country. In addition to the authors that gave rise to the Dutch Neo-calvinism, this work also aims to focus on the emergence of the concept of Christian worldview and what the consequences are and the proposed inclusion of social and cultural proponents of the movement.