Consolidação bancária e a performance dos bancos pequenos no Brasil

A indústria bancária brasileira foi transformada nas últimas décadas em meio a um fenômeno conhecido como consolidação, que marca uma concentração do mercado em poucas instituições. O objetivo do trabalho é testar empiricamente quais as causas desse processo no Brasil. As duas hipóteses testadas for...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Pereira, Alexandre Giacomoni Viana
Orientador/a: Dana, Samy
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/10438/11483
Citação:PEREIRA, Alexandre Giacomoni Viana. Consolidação bancária e a performance dos bancos pequenos no Brasil. Dissertação (Mestrado Profissional em Finanças e Economia) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2014.
Resumo Português:A indústria bancária brasileira foi transformada nas últimas décadas em meio a um fenômeno conhecido como consolidação, que marca uma concentração do mercado em poucas instituições. O objetivo do trabalho é testar empiricamente quais as causas desse processo no Brasil. As duas hipóteses testadas foram formuladas por Berger, Dick et al. (2007): a hipótese da eficiência indica que avanços tecnológicos melhoram a competitividade dos grandes em relação aos pequenos. Deste modo, os resultados dos pequenos são sacrificados por esse fator. Por outro lado, a hipótese da arrogância afirma que os administradores realizam fusões e aquisições pelos maiores bônus dos grandes conglomerados, mas as deseconomias de escala são superiores aos ganhos competitivos da tecnologia e, com o tempo, os pequenos passam a competir em vantagem. Modelos de dados em painel foram utilizados para testar se houve pressões competitivas durante o processo de consolidação. A conclusão foi de que a hipótese da eficiência explica melhor empiricamente o fenômeno brasileiro, assim como o norte-americano. A pressão para diminuição de receitas financeiras foi o fator determinante para que os bancos pequenos sofressem efeitos deletérios com o aumento do peso dos grandes na indústria.
Resumo inglês:A phenomenon known as consolidation transformed the Brazilian banking industry in the last decades and resulted in a concentration of the market in few institutions. The main objective of this dissertation is to test empirically the causes of this process. The two hypothesis were described by Berger, Dick et al. (2007). Under the efficiency hypothesis, technological progress improved the competitiveness of the large players, relative to the small, which had its profitability sacrificed. On the other hand, hubris hypothesis states that managers engaged in mergers and acquisitions as a way to earn personal advantages even though the large banks’ performances were affected by scale diseconomies. Panel data models were utilized to test if competitive pressure were important factors in the consolidation process. The conclusion was that the efficiency hypothesis was empirically dominant in the Brazilian market, as well as the findings in the United States. The pressure to reduce financial revenues was the main element that lead to the deleterious effects on the small banks as the large expanded its dominance in the industry.