Políticas e práticas de recursos humanos do processo de repatriação de executivos brasileiros

Este trabalho situa-se no campo da gestão internacional de recursos humanos e trata do tema da repatriação de executivos brasileiros. O objetivo desta pesquisa é realizar um levantamento das políticas e práticas de recursos humanos utilizadas por empresas brasileiras internacionalizadas e por empres...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Lima, Mariana Barbosa
Orientador/a: Lacombe, Beatriz Maria Braga
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/10438/4841
Citação:LIMA, Mariana Barbosa. Políticas e práticas de recursos humanos que auxiiam no processo de adaptação e retenção de executivos brasileiros repatriardos. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2009.
Resumo Português:Este trabalho situa-se no campo da gestão internacional de recursos humanos e trata do tema da repatriação de executivos brasileiros. O objetivo desta pesquisa é realizar um levantamento das políticas e práticas de recursos humanos utilizadas por empresas brasileiras internacionalizadas e por empresas multinacionais no processo de repatriação de executivos brasileiros e na retenção desses executivos nas organizações. Como objetivos secundários, a pesquisa visa verificar se as organizações adotam as principais políticas e práticas de recursos humanos apresentadas na literatura e verificar se há diferenças entre as políticas e práticas de recursos humanos adotadas pelas empresas brasileiras internacionalizadas e pelas empresas multinacionais. A metodologia utilizada foi uma abordagem qualitativa, descritiva e analítica, em que 20 entrevistas semi-estruturadas foram realizadas, mais especificamente, 11 entrevistas com responsáveis pela área de expatriação e repatriação de empresas brasileiras internacionalizadas e 9 entrevistas com os responsáveis pela área de expatriação e repatriação de empresas multinacionais. A análise categorial temática foi utilizada como método de análise de conteúdo para interpretação das entrevistas realizadas. Os principais resultados encontrados na pesquisa foram: (i) as empresas que compõem a amostra adotam parte das políticas e práticas de recursos humanos apresentadas na literatura como fatores que auxiliam no sucesso da repatriação de executivos. A maioria das políticas e práticas adotadas está relacionada a políticas adotadas durante a expatriação e que tem impacto positivo na repatriação.e quase nenhuma das políticas e práticas sugeridas pela literatura para a fase de repatriação é adotada; (ii) o sucesso da repatriação, em termos profissionais e a adaptação do repatriado e da família ao país, e a vida social e familiar parecem depender muito mais das características do brasileiro, da conjuntura econômica do país e do esforço pessoal dos repatriados e familiares do que do suporte organizacional; (iii) parece haver poucas diferenças entre as políticas e práticas de recursos humanos adotadas pelas empresas brasileiras e pelas empresas multinacionais.
Resumo inglês:This is a study in the field of the International Management of Human Resources Management and its subject is the repatriation of Brazilian executives. The objective of this research is to investigate the Human Resources policies and practices used by both Brazilian internationalized and multinational companies in the processes of repatriation of Brazilian executives as well as in the retaining of such professionals in their organizations. As secondary objectives, this research aims to verify if organizations adopt the best human resources policies and practices referred to in the mainstream literature as factors that corroborate to the success of the repatriation and to identify whether there are differences in the human resources policies and practices adopted by the Brazilian internationalized and the multinational companies. The Adopted methodology was based in a qualitative approach, in which 20 semi-structured interviews were conducted with the person in charge of the expatriation and repatriation processes, 11 in Brazilian internationalized and 9 in multinational companies. The analysis by thematic categories was used as the content analysis method for the interpretation of the above mentioned interviews’ results. The main results identified were the following: (I) the studied companies adopt only partially the best human resources policies and practices recommended by the literature as factors that corroborate in the success of executives repatriation. The majority of the adopted policies and practices are related to policies adopted during the expatriation period that have a positive impact in the repatriation. Almost none of the policies and practices suggested by the mainstream literature for the repatriation phase itself is adopted; (II) the success of the repatriation, in both professional terms and regarding the adaptation of the repatriated and his family to the country and its social and family life, seems to depend much more of the characteristics of the expatriated Brazilian himself, of the economic context of the country and of the personal efforts of the repatriated and his family than of his company’s support; and, (III) few differences between the human resources policies and practices adopted by the Brazilian and the multinational companies were found.