Efeitos da disponibilidade hídrica e de diferentes condições de irradiância sobre o crescimento, características fotossintéticas e o acúmulo de óleos voláteis em plantas de Aniba rosaeodora Ducke e Aniba canelilla (Kunth) Mez (Lauraceae)

Aniba rosaeodora Ducke (rosewood) and Aniba canelilla (Kunth) Mez. (Bark-precious), stand out among the Amazonian plant resources, such as aromatic species with many uses. The economic value of A. rosaeodora resulted in unplanned exploitation of the species, leading it to extinction. Despite the eco...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Atroch, Eva Maria Alves Cavalcanti lattes
Orientador/a: Gonçalves, José Francisco de Carvalho lattes
Banca: Silva, Emerson Alves da lattes, Peixoto, Paulo Henrique Pereira lattes, Soares, Angela Maria lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Department: Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/1035
Citação:ATROCH, Eva Maria Alves Cavalcanti. Efeitos da disponibilidade hídrica e de diferentes condições de irradiância sobre o crescimento, características fotossintéticas e o acúmulo de óleos voláteis em plantas de Aniba rosaeodora Ducke e Aniba canelilla (Kunth) Mez (Lauraceae). 2008. 135 f. Tese (Doutorado em Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2008.
Resumo Português:Aniba rosaeodora Ducke (pau-rosa) e Aniba canelilla (Kunth) Mez. (casca-preciosa), destacam-se, entre os recursos vegetais amazônicos, como espécies aromáticas com muitas possibilidades de uso. O valor econômico de A. rosaeodora resultou na exploração não planejada da espécie, levando-a ao risco de extinção. A despeito da importância econômica de plantas aromáticas, ainda existe pouco conhecimento quanto à fisiologia e às características bioquímicas dessas espécies. Assim, o objetivo desse trabalho foi investigar as variações nas características fisiológicas e nas concentrações de óleos voláteis em folhas, caules e raízes de plantas jovens de Aniba rosaeodora e Aniba canelilla quando submetidas a diferentes condições de disponibilidade hídrica e de irradiância. Para avaliar o comportamento das plantas frente à suspensão de rega em períodos intercalados com rehidratação, de maneira geral, verificaram-se aspectos relativos ao potencial hídrico, às trocas gasosas, eficiência do fotossistema II, teores de pigmentos cloroplastídicos, áçucares solúveis e amido, teor de óleos voláteis em raiz, caule e folhas, e crescimento. Os efeitos do estresse hidrico, sobre o potencial hídrico e o conteúdo relativo de água, foram observados a partir de 16 dias sem água (p0,05) e promoveram decréscimo nos teores de clorofila a, bem como o aumento nos teores de carboidratos (p0,05). A maior eficiência no uso da água em Aniba canelilla indicou ser esta espécie, relativamente, mais apta a tolerar ambientes mais secos. As espécies apresentaram maior teor de açúcar nas raízes, sendo os teores de óleo maiores nas folhas. A menor disponibilidade de água não alterou a produção e o particionamento de óleo nas duas espécies, mas ocorreu uma redução drástica de biomassa foliar, e uma maior alocação para o crescimento das raízes. Os danos irreversíveis nas folhas não impediram a recuperação das plantas e a retomada do crescimento ao final de duas semanas de reidratação, quando começaram a surgir novos lançamentos foliares. Para avaliar o comportamento das espécies frente a dois níveis contrastantes de irradiância, sombreamento de 70% (500 a 700 mol m-2 s- 1) em viveiro, e pleno sol (1300 a 1800 mol fótons m-2 s-1), durante três semanas, foram monitoradas variáveis relativas às características fotossintéticas (A, Rd), às trocas gasosas (gs, Ci, E, ) e suas relações (EUA, EIUA), bem como a eficiência fotoquímica do fotossistema II (Fv/Fm). A produção de óleos voláteis em toda a planta foi obtida ao final do experimento. As espécies exibiram semelhanças quanto à plasticidade do sistema fotossintético a mudança de ambiente lumínico, indicando boa capacidade de aclimatação. Contudo, A. rosaeodora se mostrou mais adaptada a ambientes de elevada irradiância uma vez que manteve maior estabilidade nas trocas gasosas e na produção de óleos voláteis, enquanto que A. canelilla apresentou redução na produção de óleos sob elevada irradiância, embora o padrão de particionamento tenha se mantido inalterado. Os resultados observados indicam que estas espécies apresentam características, que podem ser importantes para a sobrevivência em um cenário de mudanças climáticas globais.
Resumo inglês:Aniba rosaeodora Ducke (rosewood) and Aniba canelilla (Kunth) Mez. (Bark-precious), stand out among the Amazonian plant resources, such as aromatic species with many uses. The economic value of A. rosaeodora resulted in unplanned exploitation of the species, leading it to extinction. Despite the economic importance of herbs, there is still little knowledge regarding the physiology and biochemical characteristics of these species. The objective of this work was to investigate the variations in physiological characteristics and concentrations of volatile oils in the leaves, stems and roots of young plants and Aniba Aniba rosaeodora canelilla when subjected to different conditions of irradiance and water availability. To evaluate the behavior of the plants against the shut-off periods interspersed with rehydration, in general, there were aspects of the water potential, gas exchange, efficiency of photosystem II pigment contents, soluble sugars and starch content volatile oils in roots, stems and leaves, and growth. The effects of water stress on water potential and relative water content were observed from 16 days without water (p  0.05) and promoted a decrease in levels of chlorophyll as well as increased levels of carbohydrates ( p  0.05). The more efficient use of water in Aniba canelilla indicated this species to be relatively more able to tolerate drier environments. The species had a higher sugar content in the roots, being the largest oil content in the leaves. The reduced availability of water did not change the oil production and partitioning in two species, but there was a drastic reduction of leaf biomass, and greater allocation to root growth. Irreversible damage on the leaves did not prevent the recovery of plants and the resumption of growth at the end of two weeks of rehydration, when they began to see new releases leaves. To evaluate the behavior of the species against two contrasting levels of irradiance, shading 70% (from 500 to 700  mol m-2 s-1) in nurseries, and full sun (1300 to 1800  mol photons m-2 s-1 ) for three weeks, were monitored on the photosynthetic characteristics variables (A, Rd), gas exchange (gs, Ci, E) and their relations (U.S., EIUA) and the photochemical efficiency of photosystem II (Fv / Fm). The production of volatile oils in the entire plant was obtained at the end of the experiment. The species exhibited some similarities in their plasticity of the photosynthetic system to changing light environments, indicating a good capacity for acclimatization. However, A. rosaeodora was more adapted to environments of high irradiance since maintained stability in gas exchange and production of volatile oils, while A. canelilla showed a reduction in oil production under high irradiance, although the pattern of partitioning remained unchanged. The results indicate that these species have characteristics that may be important for survival in a scenario of global climate change