VARIAÇÃO TEMPORAL DA ICTIOFAUNA EM IGARAPÉS DE TERRA-FIRME, RESERVA DUCKE, MANAUS, AMAZONAS.

Temporal variability of fish assemblages between different season along one year and their relationship with environmental factors was investigated in 31 first and second order streams in terra-firme rainforest of Reserva Florestal Adolpho Ducke, in Central Amazonia. Fish were caught with hand and s...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Santo, Helder Mateus Viana Espírito lattes
Orientador/a: Magnusson, William Ernest lattes
Co-advisor: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio lattes
Banca: Freitas, Carlos Edwar de Carvalho lattes, Marco Junior, Paulo de lattes, Fernandes, Cristina Cox lattes, Venticinque, Eduardo Martins lattes, Ferreira, Maria Teresa
Format: Dissertação
Language:por
Published: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Programa: Biologia (Ecologia)
Department: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/764
Citação:SANTO, Helder Mateus Viana Espírito. VARIAÇÃO TEMPORAL DA ICTIOFAUNA EM IGARAPÉS DE TERRA-FIRME, RESERVA DUCKE, MANAUS, AMAZONAS.. 2007. 58 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2007.
Resumo Português:A variação temporal da ictiofauna entre três diferentes momentos do ciclo hidrológico (final da seca de 2005, chuva de 2006 e início da seca de 2006) e suas relações com variações ambientais foram investigadas em 31 riachos de primeira e segunda ordem, regionalmente conhecidos como igarapés, em área de floresta de terra-firme da Reserva Florestal Adolpho Ducke, Amazônia Central. Peixes foram capturados usando puçás e redes de mão, e estimativas de volume e características físico-químicas da água foram obtidas em cada amostragem ao longo de trechos fixos de 50 metros de riacho. O número médio de espécies e de indivíduos capturados foi menor no período chuvoso, contrastando com estudos anteriores que não identificaram diferenças significantes em densidade de peixes entre épocas do ano em riachos de terra-firme. A composição da ictiofauna também apresentou uma tendência sazonal de mudança, na forma de variações de abundância das espécies mais comuns, possivelmente relacionadas a deslocamentos laterais para poças temporárias adjacentes no período chuvoso. A qualidade da água e a composição do substrato dos riachos também apresentaram mudanças sazonais, mas não estiveram relacionadas às variações da ictiofauna. Comparações da composição da ictiofauna registrada em 2006 com a composição identificada em 2001 revelaram uma manutenção da estrutura geral da comunidade, baseada na abundância das espécies mais comuns, e grande taxa de mudança de composição de espécies pouco abundantes. Espécies comuns apresentam uma elevada probabilidade de detecção no ambiente e conferem à comunidade uma estrutura previsível ao longo de gradientes ambientais e ao longo do ano. A estrutura da comunidade baseada na distribuição de abundâncias de espécies comuns deve ser o foco principal em programas de monitoramento quantitativos da biodiversidade de peixes em igarapés de terrafirme, exceto em casos de endemismos, quando atenção especial deve ser dada à distribuição espacial das espécies endêmicas.
Resumo inglês:Temporal variability of fish assemblages between different season along one year and their relationship with environmental factors was investigated in 31 first and second order streams in terra-firme rainforest of Reserva Florestal Adolpho Ducke, in Central Amazonia. Fish were caught with hand and seine nets and stream volume and physical-chemical variables were estimated in 50m sections in each stream in each survey. The average richness and number of individuals captured per section were lower in the rainy season, contrasting with previous studies that detected no significant differences between seasons. Fish assemblage composition showed strong seasonal tendency, based mainly on seasonal variations in abundance of common species, possibly related to lateral moves of fish species to temporary ponds adjacent to streams in the rainy season. Water quality and substrate diversity showed seasonal tendencies, but these were not related to fish assemblage composition. Comparisons of assemblage composition between the years 2001 and 2006 revealed the maintenance of general assemblage structure based on common species, and large change in composition of less-abundant species. Common species were highly detectable in surveys and confer consistent spatial structure to the assemblage, which is predictable along environmental gradients and throughout the year. The assemblage structure based on abundances of common species should be the main focus of biodiversity monitoring programs on terra-firme streams, unless the focus of the study is on endemism, in which case special attention should be given to the spatial distribution of endemics species.