A utilização do indicador de gravidade meld (modelo para doenças hepáticas terminais) como fator preditivo do uso de recursos de apoio em unidades de transplante hepático

With the evolution of healthcare expertise and the incorporation of new medical technologies, Terminal Hepatic Insufficiency nowadays has the possibility of liver transplantation as a therapeutic means of great effectiveness. For the establishment of fully qualified service units implementation seve...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Eiras, Flavia Regina Cocuzza das lattes
Orientador/a: Barbosa, Antonio Pires lattes
Banca: Rosa, Chennyfer Dobbins Paes da lattes, Leão, Eliseth Ribeiro lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde
Department: Administração
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1119
Citação:Eiras , Flavia Regina Cocuzza das. A utilização do indicador de gravidade meld (modelo para doenças hepáticas terminais) como fator preditivo do uso de recursos de apoio em unidades de transplante hepático. 2015. 56 f. Dissertação( Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde) - Universidade Nove de Julho, São Paulo .
Resumo Português:Com a evolução da competência assistencial e a incorporação de novas tecnologias, a Insuficiência Hepática Terminal passou a contar com a possibilidade de transplante hepático como uma via terapêutica de grande efetividade. Para a constituição de unidades de atendimento plenamente habilitadas na execução destes procedimentos várias são as necessidades de recursos que deverão estar disponíveis. Gerenciar estes recursos é preocupação básica dos gestores de saúde. O objetivo principal deste estudo foi avaliar a utilidade do indicador de gravidade MELD para doenças hepáticas terminais como elemento preditivo do uso de recursos de apoio aos pacientes submetidos ao transplante hepático em um Hospital de Ensino de São Paulo. O estudo caracterizou-se como quantitativo e retrospectivo, foram classificadas variáveis objeto da prospecção segundo seis dimensões principais: a identificação e classificação do risco do paciente; a utilização de estruturas de suporte avançado à vida, de exames de apoio diagnóstico por imagem, de exames de análises clínicas; a indicação de procedimentos especiais; e de uso de hemoderivados. Foram analisadas suas frequências por regressão linear com análise de variância (ANOVA), com a aplicação do software STATATM 12.1 para detecção de quais variáveis apresentaram relevância face à variável dependente, sendo analisados 76 casos ocorridos no período frente às dimensões. Como resultado, o que se verificou foi que algumas variáveis e dimensões incluídas no modelo explicam a variável dependente, o que implica na assunção do caráter determinístico do mesmo. Dentre as dimensões em que o indicador se apresentava como fator preditivo foram identificadas variáveis de exames laboratoriais, de imagens e no uso de hemoderivados. Dados os resultados obtidos e considerando-se o propósito principal do estudo, conclui-se que o indicador "MELD" apresenta potencial capacidade previsão de utilização de recursos necessários ao tratamento pós-operatório dos pacientes submetidos a transplantes hepáticos.
Resumo inglês:With the evolution of healthcare expertise and the incorporation of new medical technologies, Terminal Hepatic Insufficiency nowadays has the possibility of liver transplantation as a therapeutic means of great effectiveness. For the establishment of fully qualified service units implementation several of the following a resources needs to be available. Manage these resources is one basic concern of health managers. The main objective of the study was the evaluation of usefulness of MELD severity indicator for end-stage liver disease as a predictive element for the use of support resources to patients undergoing liver transplantation in a Teaching Hospital. The study was characterized as quantitative, retrospective, and prospected variables were classified by 6 main dimensions; the identification and classification of patient risk, the use of advanced life support structures, imaging diagnostic, clinical tests, the appointment of special procedures and haemotherapeutics procedures. It were analyzed their frequencies by linear regression with analysis of variance (ANOVA), with the application of software STATATM 12.1 to detect which variables had relevance in view of the dependent variable and were analyzed 76 cases occurred in the period in terms of 6 dimensions. As a result, what it were found that some variables and dimensions included in the model explain the dependent variable, which implies the assumption of the deterministic character of the same. Among the dimensions in which the indicator was featured as a predictive factor were identified laboratory test results variables, same imaging tests and blood products. Given the results obtained and considering the main purpose of the study is concluded that the indicator "MELD" has projected potential capacity in terms of utilization of resources necessary for the postoperative management of patients undergoing liver transplantation.