Determinantes da capacidade de endurance ao exercício de membros superiores (relação potência duração) em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica.

Recently the critical power (CP) has been used to evaluate the lower limbs (LL) endurance in patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD). Objective: To determine the upper limbs CP in COPD patients. Methods: Eight COPD patients (FEV1: 45.1 ± 1.2% of predicted) and seven healthy subjec...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Colucci, Eduardo lattes
Orientador/a: Corso, Simone Dal lattes
Co-advisor: Malaguti, Carla lattes
Banca: Chiavegato, Luciana Dias lattes, Oliveira, Luis Vicente Franco de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Department: Saúde
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/287
Citação:COLUCCI, Eduardo. Determinative of the capacity of endurance to the exercise of superior members (relation power - duration) in patients with pulmonary illness obstrutiva chronicle.. 2011. 77 f. Dissertação (Mestrado em Saúde) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2011.
Resumo Português:Recentemente a potência crítica (PC) foi utilizada na avaliação da capacidade de endurance dos membros inferiores (MMII) em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Objetivos: Avaliar os determinantes da PC dos membros superiores (MMSS) em pacientes com DPOC. Metodologia: Oito pacientes com DPOC (VEF1: 45,1 ± 1,2% do previsto) e sete controles pareados pela idade, peso, altura e IMC foram avaliados. Foram realizados quatro testes de carga constante de MMSS (100-120%, 90% e 80% da carga máxima e PC + 5 - 20%), após teste incremental. As análises metabólica e ventilatória foram feitas em todos os testes, bem como medidas de capacidade inspiratória (CI) antes e após cada teste. A PC foi determinada por análise de regressão linear entre as quatro cargas e o inverso do tempo e foi confirmada em um novo teste. Resultados: A carga da PC de MMSS dos pacientes não diferiu significantemente da do grupo controle (30,2 ± 12,7 W VS 42,2 ± 16,7W), correspondendo a 59,8 ± 11,4% do pico e 66,7 ± 9,3% do pico, respectivamente. Os valores de VO2 atingidos na PC foram significantemente menores no grupo DPOC quando comparados ao grupo controle (0,79 ± 0,28 L/min vs 1,20 ± 0,37 L/min, respectivamente). Os pacientes apresentaram hiperinsuflação dinâmica e importante redução da reserva ventilatória em todos os testes, inclusive na carga da PC. Mesmo com limitação ventilatória, todos os pacientes atingiram o tempo estipulado de 20 minutos na carga da PC. Conclusão: O presente estudo confirma a hipótese de que os determinantes da relação potência-tempo de MMSS em pacientes com DPOC são semelhantes aos de MMII já estabelecidos na literatura.
Resumo inglês:Recently the critical power (CP) has been used to evaluate the lower limbs (LL) endurance in patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD). Objective: To determine the upper limbs CP in COPD patients. Methods: Eight COPD patients (FEV1: 45.1 ± 1.2% of predicted) and seven healthy subjects were assessed. Four constant workload tests of upper limbs (100-120%, 90% e 80% of peak load and CP + 5 - 20%) were performed after an arm incremental test. The metabolic and ventilatory analyses were measured in all tests. The inspiratory capacity (IC) was performed before and immediately after each test. The CP was determined by the linear regression analysis among the tests with constant workload and the inverse time and it was confirmed in a new test. Results: There were no significant differences in the upper limbs CP workload comparing patients and controls [30.2 ± 12.7 W (59.8 ± 11.4% of the exercise peak) and 42.2 ± 16.7 W (66.7 ± 9.3% of the exercise peak, respectively]. The VO2 values reached in CP were lower in the COPD group than controls (0.79 ± 0.28 L/min vs 1.20 ± 0.37 L/min, respectively). The patients presented with dynamic hiperinsuflation and an important reduction of ventilatory reserve in all tests, including the CP test. Despite the ventilatory limitation, all patients reached the 20 minutes of the duration on the CP test. Conclusion: The present study confirms the hypothesis that the determinants of the upper limbs power-duration relationship in COPD patients are similar to the lower limbs already described in the literature.