Reprodutibilidade do teste de Atividade de Vida Diária AVD-Glittre em indivíduos hemiparéticos decorrente de Acidente Vascular Encefálico (AVE)

The stroke can cause several sequels compromising the neuromuscular, cardiorespiratory system and consequently the performance of the functional activities. For this, an evaluation tool is needed that incorporates the capacity and the functional performance of these individuals. The ADL Glittre test...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Teodósio, Amanda da Conceição lattes
Orientador/a: Corrêa, Fernanda Ishida
Co-advisor: Silva, Soraia Micaela
Banca: Corrêa, Fernanda Ishida, Gomes, Evelim Freitas Dantas, Carvalho, Regiane Albertini de
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Department: Saúde
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/1899
Citação:Teodósio, Amanda da Conceição. Reprodutibilidade do teste de Atividade de Vida Diária AVD-Glittre em indivíduos hemiparéticos decorrente de Acidente Vascular Encefálico (AVE). 2016. 61 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Resumo Português:O AVE pode ocasionar diversas sequelas comprometendo o sistema neuromuscular, cardiorrespiratório e consequentemente o desempenho das atividades funcionais. Para isso, faz-se necessária uma ferramenta de avaliação que incorpore a capacidade e o desempenho funcional desses indivíduos. O teste AVD Glittre propõe esse objetivo, sendo já validado em indivíduos com DPOC, porém ainda não aplicado na população com alterações neurológicas. Objetivo: Analisar a reprodutibilidade do teste de AVD Glittre em indivíduos hemiparéticos decorrente de AVE. Métodos: Os perfis dos pacientes foram traçados avaliando-se sexo, idade, dados antropométricos, lado e local da lesão, comprometimento motor (Fugl Meyer), Estado Mental (Mini mental) e Escala de Mobilidade Funcional (FMS). O teste AVD Glittre foi realizado com o membro superior não acometido, sendo seu desfecho principal o tempo de conclusão. Para a reprodutibilidade o indivíduo foi submetido a quatro momentos avaliativos, duas avaliações intra-avaliadores e duas avaliações inter avaliadores, adotadas de forma aleatorizada. A variáveis foram normalizadas pelo teste Shapiro- Wilk, a confiabilidade por meio do Coeficiente de Correlação Intra classe (CCI), a Concordância Intra e Inter avaliadores por meio do Erro Padrão de Medida (EPM) e pela Mínima Mudança Detectável (MMD). Resultados: Houve diferença significante nas avaliações intra-avaliadores (1 e 2) porém, as diferença foram menores que a MMD (1,27 e 1,14 segundos). Não houve significância no desfecho do teste nas avaliações inter-avaliadores (p=0,20). Conclusão: O AVD Glittre mostra-se reprodutível para a população hemiparética que o concluí aproximadamente em cinco minutos. Devido efeito aprendizado se faz necessário aplicação do teste e reteste.
Resumo inglês:The stroke can cause several sequels compromising the neuromuscular, cardiorespiratory system and consequently the performance of the functional activities. For this, an evaluation tool is needed that incorporates the capacity and the functional performance of these individuals. The ADL Glittre test proposes this objective, being already validated in individuals with COPD, but not yet applied in the population with neurological alterations. Objective: To analyze the reproducibility of the ADL Glittre test in hemiparetic individuals due to stroke. METHODS: Patient profiles were plotted for gender, age, anthropometric data, side and site of injury, motor impairment (Fugl Meyer), Mental State (Mini Mental) and Functional Mobility Scale (FMS). The ADL Glittre test was performed with the upper limb not affected, its main outcome being the completion time. For reproducibility, the subject was submitted to four evaluative moments, two intra-rater evaluations and two inter-rater evaluations, adopted randomly. Variables were normalized by the Shapiro-Wilk test, reliability by means of the Intra-Class Correlation Coefficient (ICC), the Intra and Interim Concordance by means of Standard Error of Measure (EPM) and Minimum Changeable Detection (MMD). Results: There was a significant difference in the intra-rater evaluations (1 and 2), but the differences were smaller than the MMD (1.27 and 1.14 seconds). There was no significance in the outcome of the test in the inter-rater evaluations (p = 0.20). Conclusion: The Glittre AVD is reproducible for the hemiparetic population, which I completed in approximately five minutes. Due to the learning effect it is necessary to apply the test and retest.