Análise de veículos elétricos no setor de logística em centros urbanos

The increase in population growth in addition to the increasing of the urbanization rate and the intense use of the road transport lead to several problems in urban centers, such as trafic congestion, acustic pollution, air pollution and vibrations, thus reducing the living quality from people. Frei...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Castro, Laira Augusta Freitas lattes
Orientador/a: Shibao, Fábio Ytoshi
Banca: Shibao, Fábio Ytoshi, Franklin, Marcos Antonio, Ruiz, Mauro Silva
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Department: Administração
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/2077
Citação:Castro, Laira Augusta Freitas. Análise de veículos elétricos no setor de logística em centros urbanos. 2019. 133 f. Dissertação( Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Resumo Português:O aumento crescente na população em adição a crescente taxa de urbanização e intenso uso do modal rodoviário de transporte geram diversos problemas nos centros urbanos como congestionamentos, poluição sonora, poluição do ar e vibrações, reduzindo a qualidade de vida das pessoas. O transporte de cargas nos centros urbanos representa uma significativa taxa nestes impactos. Com a tendência mundial a minimizar as emissões de gases do efeito estufa e o comprometimento do Brasil frente a COP 21 a reduzir suas taxas de emissões nos próximos anos, a questão das emissões por transporte de carga passam a ter uma influência importante e a ser alvos de estudo e estratégias para mitigação de impactos e otimização de tecnologias. Algumas ações podem ser tomadas, dentre elas a adoção de tecnologias mais limpas, como o uso de veículos elétricos, que se mostram uma tendência mundial e apresentam, além dos benefícios de menores emissões de gases do efeito estufa e gás carbônico nos centros urbanos a menor emissão de outros poluentes como aldeídos e óxidos nitrosos que são responsáveis por inúmeras doenças. Entretanto o uso de veículos elétricos ainda possui uma baixa adesão, principalmente no Brasil e menor ainda quando se trata de veículos elétricos de transporte de carga no setor de logística. Considerando este contexto este estudo objetivou identificar as principais barreiras adoção de veículos elétricos no setor de logística em centros urbanos com um enfoque especial para a cidade de São Paulo. Foi realizada uma pesquisa de campo com o levantamento de barreiras e medidas de adoção de veículos elétricos de carga na literatura por meio de uma pesquisa bibliográfica sistemática, foi realizada uma entrevista com representantes de uma empresa que já utiliza veículos elétricos de carga na cidade de São Paulo e foi veiculado um questionário a operadores logísticos que atuam na cidade. Os dados obtidos na revisão sistemática da literatura serviram de base para a construção do questionário e a entrevista e as respostas do questionário foram avaliadas por uma abordagem qualitativa com a finalidade de descobrir quais as principais barreiras e quais as medidas mais eficientes para o contexto da cidade de São Paulo. Concluiu-se que as barreiras econômicas como o custo inicial do veículo e das baterias são a principal barreira, seguida da ausência de infraestrutura de recarga e que as medidas que podem acelerar a adoção destes veículos compreendem medidas fiscais e financeiras e medidas operacionais como o fornecimento de subsídios para compra do veículo e para instalação de postos de recarga particulares e aumento em investimentos de infraestrutura pública de recarga.
Resumo inglês:The increase in population growth in addition to the increasing of the urbanization rate and the intense use of the road transport lead to several problems in urban centers, such as trafic congestion, acustic pollution, air pollution and vibrations, thus reducing the living quality from people. Freight transportation in urban centers represents a significant part of these impacts. With the worldwide trend of reduction in greenhouse gas emissions and Brazil's commitment to COP 21 to reduce their emissions rates in the next few years, the issue of emissions from freight transport will have a major influencer and so be targeted, and strategies for mitigation of impacts and optimization of technologies. Some actions can be taken, including among them the adoption of cleaner technologies, such as the use of electric vehicles, which show a worldwide trend and, in addition to the benefits of lower greenhouse gas and carbon dioxide emissions in urban centers, emission of other pollutants such as aldehydes nitrous oxides that are responsible for numerous diseases. However, the use of electric vehicles still has a low adhesion, mainly in Brazil and even less when it comes to electric vehicles for freight transportation in the logistics sector. Considering this context, this reserch is aimed to identify ways to accelerate the adoption of electric vehicles in the logistics sector in urban centers with a special focus on the city of Sao Paulo. A field survey was carried out joined by a research of barriers and measures of adoption of electric vehicles of load in the literature through a structured bibliographical research, an interview was made with representatives of a company that already uses electric vehicles of load in the city of Sao Paulo and a questionnaire was sent to logistics operators operating in the city. The data obtained in the structured review served as the basis for the construction of the questionnaire and the interview and the responses of the questionnaire were evaluated by a qualitative approach with the purpose of discovering the main barriers and what the most efficient measures for the context of the city of Sao Paulo. It was concluded that economic barriers such as the initial cost of the vehicle and batteries are the main barrier followed by lack of recharging infrastructure, and that measures that can accelerate the adoption of these vehicles include fiscal and financial measures and operational measures such as supply of subsidies for the purchase of the vehicle and for the installation of private recharging stations and an increase in investments of public recharge infrastructure.