Análise dos efeitos do laser de baixa potência relacionados ao estresse oxidativo de ratos idosos submetidos ao treinamento aeróbio

Purpose: The aim of the present study was to determine whether low-level laser therapy (LLLT), when used in conjunction with aerobic training, interferes with the oxidative stress, thereby influencing the performance of old rats participating in swimming. Materials and Methods: A total of 30 Wistar...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Guaraldo, Simone Adriana lattes
Orientador/a: Carvalho, Paulo de Tarso Camillo de lattes
Banca: Carvalho, Paulo de Tarso Camillo de lattes, Uchiyama, Tatiana de Sousa da Cunha lattes, Leal Junior, Ernesto Cesar Pinto lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Department: Saúde
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1350
Citação:Guaraldo, Simone Adriana. Análise dos efeitos do laser de baixa potência relacionados ao estresse oxidativo de ratos idosos submetidos ao treinamento aeróbio. 2014. 75 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Resumo Português:O objetivo do presente estudo foi verificar se a terapia com laser de baixa intensidade, usada em conjunto com o treinamento aeróbio, interfere com o estresse oxidativo, influenciando assim o desempenho de ratos idosos submetidos a um treinamento de natação. Materiais e Métodos: Um total de 30 ratos Wistar (norvergicos albinus) foram utilizados para este estudo: 24 ratos idosos, e 6 ratos jovens. Os animais idosos foram divididos aleatoriamente em 4 grupos designados da seguinte forma: Idosos-Controle; Idosos-Exercício; Idosos-Laser de baixa potência, grupo Idosos-Laser de baixa potência associado ao exercício e animais jovens-controles. A capacidade aeróbia (VO2 0.75 max) foi analisada antes e após o período de treinamento. Os grupos / Laser de baixa potência associado ao exercício e Idosos-Exercício foram treinados durante 6 semanas. O laser foi aplicado em 808 nm e 4 joules de energia para os grupos indicados em todo o treinamento. Os ratos foram sacrificados, e o tecido muscular recolhido para análise do índice de peroxidação lipídica (TBARS), glutationa (GSH), superóxido dismutase (SOD) e catalase (CAT). Resultados: diferenças estatisticamente significativas nos valores de VO2 0.75max foram observados para o idoso Laser associado exercício em relação ao grupo idoso controle (p <0,01) e também na comparação grupo exercício (p <0,05) . Os resultados indicam que a atividade de enzimas antioxidantes catalase (CAT), superóxido dismutase (SOD) e glutationa-peroxidase (GPx) foi superior e estatisticamente significativa (p <0,05) para a associação de laser e exercício quando comparado com o grupo de laser e grupo exercício. Também foi observado que os animais jovens apresentaram para a atividade de enzimas antioxidantes menores e valores estatisticamente significativos no grupo idoso. O laser de baixa potência associado exercício o grupo apenas com exercício e o grupo apenas laser também foram capaz de atenuar a concentração de TBARS com (p> 0,05). Conclusão: Os resultados sugerem que a terapia com laser, em conjugação com o treinamento aeróbio pode proporcionar uma abordagem terapêutica para a redução do stress oxidativo, bem como o aumento no VO2 0.75max alométrico, indicando juntamente com o aumento da velocidade média que melhorou o desempenho em animais idosos tratados com LBI associada com treinamento aeróbio por natação.
Resumo inglês:Purpose: The aim of the present study was to determine whether low-level laser therapy (LLLT), when used in conjunction with aerobic training, interferes with the oxidative stress, thereby influencing the performance of old rats participating in swimming. Materials and Methods: A total of 30 Wistar rats (norvergicos albinus) were used for this study: 24 aged rats, and 6 young rats. The older animals were randomly divided into 4 groups designated as follows: Aged-Control, Aged-Exercise, Aged-LLLT, Aged-LLLT/Exercise group and. Young-Control animals. Aerobic capacity (VO2 0.75max) was analyzed after and before the training period. The Aged-Exercise and Aged-LLLT/Exercise groups were trained for 6 weeks. LLLT laser was applied at 808 nm and 4 joules of energy to the indicated groups throughout training. The rats were euthanized, and muscle tissue were collected for analysis the index of lipid peroxidation (TBARs), glutathione (GSH), superoxide dismutase (SOD), and catalase (CAT) activity. Results: Statistically significant differences in VO2 0.75max values were observed for the Aged-LLLT/Exercise group compared to the baseline older group (p <0.01) and compared with LLLT and exercise group (p <0.05).. The results indicate that the activity of antioxidant enzymes catalase (CAT), superoxide dismutase (SOD) and glutathione peroxidase (GPx) was superior and statistically significant (p <0.05) in the association of LLLT and exercise when compared to the LLLT group and group exercise. Was also observed that young animals presented for the activity of antioxidant enzymes smaller and statistically significant values the Aged group. The LLLT plus exercise and only the LLLT and training (exercise group) was also able to mitigate the concentration of TBARS with (p> 0.05). Conclusion: These results suggest that laser therapy in conjunction with aerobic training may provide a therapeutic approach for reducing oxidative stress, as well as the increase in VO2 0.75max allometric, indicating along with increasing speed media improved performance in aged animals treated with LLLT associated with aerobic training by swimming.