A formação continuada do professor de educação infantil : um estudo dos cursos de formação por SME e FABES no município de São Paulo 1989-1996.

Este trabalho tem como objetivo construir uma análise comparativa dos programas de formação continuada dos professores de educação infantil da Rede Municipal de São Paulo (1989/1996) através da sistematização dos documentos produzidos pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e Secretaria da Famíl...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2005
Main Author: Santos, Helvezir Ribeiro dos lattes
Orientador/a: Jardilino, José Rubens lattes
Banca: Buffa, Ester lattes, Silva, Jair Militão da lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Department: Educação
Assuntos em Português:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/576
Citação:SANTOS, Helvezir Ribeiro dos. The continued formation of child education teacher : one study the formation courses suggested by SME and FABES in the municipal district the São Paulo 1989/1996.. 2005. 154 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2005.
Resumo Português:Este trabalho tem como objetivo construir uma análise comparativa dos programas de formação continuada dos professores de educação infantil da Rede Municipal de São Paulo (1989/1996) através da sistematização dos documentos produzidos pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e Secretaria da Família e Bem Estar Social (FABES) da época ora analisada, na tentativa de contribuir para a reflexão sobre a importância da formação destes profissionais da educação, quer atuem em escolas municipais de educação infantil ou em creches. Inicia fazendo um breve histórico do surgimento da profissionalização docente à institucionalização de uma formação específica e suas conseqüências e, em especial, no Brasil, um paralelo em relação à condição social da criança, percorrendo os referenciais teóricos que tratam das questões da profissionalidade e formação continuada. Utilizando-se da análise de conteúdo, procura fazer uma interpretação acerca das concepções de profissionalidade que os documentos revelam a partir dos cursos oferecidos e da concepção de criança, na busca da compreensão da intencionalidade de tais movimentos de formação. No decorrer da pesquisa, os dados analisados apontaram para uma aproximação entre os princípios e concepções da política educacional da gestão da prefeita Luíza Erundina (1989/1992) com referenciais de profissionalidade que contribui para a formação da identidade profissional do professor de educação infantil, dada a especificidade de sua ação educativa e a criança como cidadã, enquanto que o material selecionado da administração municipal do prefeito Paulo Maluf (1993/1996) revelou uma tendência de enquadramento dos professores a meros executores de programas elaborados pelos especialistas e a concepção de criança como um vir-a-ser: a criança de qualidade.