Práticas de gestão orientada à sustentabilidade no agronegócio no interior paulista: Inibidores e facilitadores para pequenos e médios produtores rurais

Small and medium enterprises (SME s) play an important role in Brazilian s economy. Small and medium farmers also work under a lot of pressure to be more productive considering natural resources conservation, environmental protection and respect to people. This work intends to identify among small a...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Caires, Taísa Cecília de Lima lattes
Orientador/a: Aguiar, Alexandre de Oliveira e lattes
Banca: Ramos, Heidy Rodrigues lattes, Malheiros, Tadeu Fabricio
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Department: Administração
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/9
Citação:CAIRES, Taísa Cecília de Lima. Práticas de gestão orientada à sustentabilidade no agronegócio no interior paulista: Inibidores e facilitadores para pequenos e médios produtores rurais. 2014. 158 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2014.
Resumo Português:As Pequenas e Médias Empresas (PME s) exercem relevante papel na economia brasileira. Os pequenos e médios produtores rurais, também sofrem pressões para que o agronegócio aumente a produtividade com a conservação dos recursos naturais, proteção ao meio ambiente e respeito às pessoas. Este trabalho tem como objetivo geral identificar em pequenos e médios produtores rurais, quais os elementos inibidores e facilitadores na adoção práticas de gestão orientada à sustentabilidade. E ainda, identificar as práticas de gestão socioambiental, comparar as características das PME s rurais e não rurais e propor diretrizes estratégicas para a capacitação de pequenos e médios produtores rurais. O método utilizado foi o estudo de casos múltiplos, tendo como unidades de análises seis pequenas e médias propriedades rurais do interior do Estado de São Paulo. A análise comparativa dos dados evidenciou que os pequenos e médios produtores rurais possuem, em geral, pouca escolaridade, adotam algumas práticas de gestão com orientação à sustentabilidade e, nos produtores de cana de açúcar, foi evidenciada uma perda de autonomia quanto ao manejo da produção visto que a usina é a responsável por tal. Os produtores rurais apresentam uma visão em parte otimista sobre o tema, que se contrapõe a visão de que vos requisitos legais são percebidos como muito importantes, no entanto, alegam que a burocracia e os altos custos para adequação, muitas vezes, os tornam inviáveis para o negócio. A cooperativa agrícola exerce papel fundamental na disseminação e conhecimento técnico e apoio aos produtores, sendo um importante elo da cadeia de valor na disseminação de práticas de gestão com orientação à sustentabilidade. Propõe-se que as capacitações direcionadas a este público não tenham carga horária presencial extensa, se adequem ao cronograma de safra dos produtores e contem com os técnicos da cooperativa para apoio direto após a capacitação, além disso, precisam ter técnicas pedagógicas e linguagem adequadas ao público de forma a evidenciar o benefício concreto da mudança de práticas de gestão para o seu negócio.
Resumo inglês:Small and medium enterprises (SME s) play an important role in Brazilian s economy. Small and medium farmers also work under a lot of pressure to be more productive considering natural resources conservation, environmental protection and respect to people. This work intends to identify among small and medium farmers, which are the inhibitors and pushing elements for the adoption of more sustainability-oriented practices. This study also aims at identifying the practice of social and environmental management, comparing the characteristics of SMEs rural and non-rural and propose strategic guidelines to train small and medium farmers. The method used was a multiple case study, with six small and medium-sized farms in the state of São Paulo as units of analysis. The comparative analysis showed that rural small and medium farmers have, in general, poor education, adopt some management practices oriented to sustainability, and within the producers of sugarcane, there was evidence of loss of autonomy over management production because the industry is responsible for so. The interviewed farmers have an optimistic view about sustainability in their activities, adopt certain sustainability-oriented practices but often inefficient due to lack of guidance and knowledge on the topic. Management controls, when available, are very simple and do not have a systematic monitoring of results. Legal requirements are perceived as very important, however, they argue that bureaucracy and high costs for compliance will often make them unfeasible for business. Agricultural cooperatives play a fundamental role in the dissemination of technical knowledge and support to producers, being an important link in the value chain for disseminating a management model oriented to sustainability. It is proposed that the training for this audience should not hold extensive classroom Credit Hours, that the schedule should be suited to crop producers and count of technicians from the cooperative for "direct support" after training, in addition, the technical and pedagogical approach must be appropriate to this specific public in order to highlight the concrete benefits of the change of management model for your business.