Avaliação da capacidade funcional e respiratória de mulheres com obesidade mórbida, antes e após a perda de peso pela cirurgia bariátrica

Objective. To evaluate respiratory muscle strength, lung function, functional capacity, and the level of habitual physical activity morbidly obese women before and after undergoing bariatric surgery; and investigate the relationship of these variables with the changes in body composition and anthrop...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Campos, Elaine Cristina de lattes
Orientador/a: Costa, Dirceu
Banca: Costa, Dirceu lattes, Chiavegato, Luciana Dias lattes, Lanza, Fernanda de Cordoba
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Nove de Julho
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Department: Saúde
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bibliotecadigital.uninove.br/handle/tede/1332
Citação:Campos, Elaine Cristina de. Avaliação da capacidade funcional e respiratória de mulheres com obesidade mórbida, antes e após a perda de peso pela cirurgia bariátrica. 2014. 66 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação) - Universidade Nove de Julho, São Paulo.
Resumo Português:Objetivo. Avaliar a força muscular respiratória, função pulmonar, capacidade funcional, e o nível de atividade física habitual de mulheres obesas mórbidas antes e após serem submetidas a cirurgia bariátrica; e investigar a relação dessas variáveis com as alterações de composição corporal e antropométricas, após a perda de peso. Método. Foram avaliadas 24 mulheres obesas mórbidas, em triagem pré-operatória no Complexo Hospitalar do Mandaqui, quanto a sua função pulmonar pela espirometria, força muscular respiratória através de manovacuometria, capacidade funcional por meio do teste incremental de Shuttle, composição corporal pela bioimpedância elétrica, antropometria e nível de atividade física habitual pelo questionário de Baecke, 2 semanas antes e 4 a 6 meses após a cirurgia bariátrica. Resultados: Quanto a espirometria constatou-se aumento significativo de 160 ml na CVL (p=0,01) 7% do previsto, de 550 ml no VRE (p=0,01), de 290 ml na CVF (p=0,02) 6% do previsto e 250 ml no VEF1 (p=0,02) 6% do previsto e, redução significativa de 490 ml na CI (p=0,04); foi constatado aumento significativo de 10 cmH2O da PImáx (p=0,01) e da capacidade funcional, de 72 metros da distância percorrida no teste incremental de shuttle (p<0,0001); houveram alterações significativas entre as variáveis antropométricas e de composição corporal (p<0,0001), mas não no nível de atividade física, estas permaneceram sedentárias. Também foram encontradas correlações entre as porcentagens de massa magra e massa gorda com o VRI e VRE. Conclusão. Estes dados indicam que possivelmente as alterações da composição corporal e das variáveis antropométricas, tenham influenciado diretamente e positivamente a capacidade funcional e a função pulmonar destas mulheres, porém, sem influência sobre o sedentarismo, mesmo após a perda de peso acentuada após a cirurgia bariátrica.
Resumo inglês:Objective. To evaluate respiratory muscle strength, lung function, functional capacity, and the level of habitual physical activity morbidly obese women before and after undergoing bariatric surgery; and investigate the relationship of these variables with the changes in body composition and anthropometric after weight loss. Method. 24 morbidly obese women were evaluated in preoperative screening in the Mandaqui Hospital Complex, as your lung function by spirometry, respiratory muscle strength through pressure manometry, functional capacity through incremental test Shuttle, body composition by bioelectrical impedance, anthropometry and habitual physical activity by the Baecke, 2 weeks before and 4-6 months after bariatric surgery. Results: The spirometry showed a significant increase of 160 ml in SVC (p = 0.01) 7% of predicted, 550 ml in VRE (p = 0.01), 290 ml in FVC (p = 0, 02) 6% predicted FEV1 and 250 ml (p = 0.02) and 6% predicted, a significant reduction in IC 490 ml (p = 0.04); was observed significant increase of 10 cmH2O MIP (p = 0.01) and functional capacity, 72 meters from distance in incremental shuttle test (p <0.0001); there were significant changes between anthropometric variables and body composition (p <0.0001), but not at the level of physical activity, they remained sedentary. They also found correlations between lean mass and fat mass percentages with the VRI and VRE. Conclusion. These data indicate that possibly changes in body composition and anthropometric variables have influenced directly and positively functional capacity and pulmonary function of these women, however, no influence on the lifestyle, even after marked weight loss after bariatric surgery.