A QUESTÃO AGRÁRIA E O DESENVOLVIMENTO NACIONAL.

This dissertation discusses the agrarian question and national development in a territorial perspective. Examines the alternative to family farming cooperatives and their importance for regional development through the establishment of agribusiness in Brazil and Goiás. Therefore, narrates the case o...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Paixão, Frederico Oliveira da lattes
Orientador/a: Silva, Margot Riemann Costa e lattes
Banca: Labaig, Henrique Carlos lattes, Boff, Rubem José lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Programa: Desenvolvimento e Planejamento Territorial
Department: Ciências Exatas e da Terra
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/2823
Citação:PAIXÃO, Frederico Oliveira da. A QUESTÃO AGRÁRIA E O DESENVOLVIMENTO NACIONAL.. 2014. 148 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2014.
Resumo Português:Esta dissertação discute sobre a questão agrária e o desenvolvimento nacional em uma perspectiva territorial. Analisa a alternativa do cooperativismo para agricultura familiar e de sua importância para o desenvolvimento territorial mediante o estabelecimento do agronegócio no Brasil e em Goiás. Para tanto, narra o caso da Cooperativa dos Produtores de Leite na cidade de Piracanjuba-Goiás- CPLP exemplificando como o cooperativismo se tornou uma opção importante e necessária para a sustentação da pecuária leiteira no município, mas que por si apenas não resolve o problema estrutural da questão agrária, que se encontra na carência de políticas públicas eficientes para o meio rural. Segundo importantes autores do desenvolvimento, como Celso Furtado e Florestan Fernandes, o desenvolvimento nacional, real e sustentável deve acontecer com intermediação do Estado Nacional, por meio de políticas públicas planejadas. Por sua vez, a agricultura, especialmente a familiar é o elemento fundamental para o desenvolvimento territorial, fato comprovado em várias nações do mundo pelos estudos de Koning e Stringer e também no Brasil, com Ricardo Abramovay. Nesse ínterim entre agricultura e desenvolvimento, uma dialética se estabelece: o crescimento do agribusiness, principalmente a partir de 1960 e a manutenção do atraso no campo. A produção agrária se expande enquanto o êxodo rural aumenta. A produtividade bate recorde enquanto as condições econômicas e sociais dos trabalhadores se agravam. Através de análises históricas e de estudo de caso, percebe-se que o desenvolvimento agrário nacional parece de fato estar ligado ao estabelecimento de políticas públicas de acesso à terra, infra-estrutura logística e energética, fomento e acesso à capacitação técnica do pessoal do campo e marco regulatório de preços.
Resumo inglês:This dissertation discusses the agrarian question and national development in a territorial perspective. Examines the alternative to family farming cooperatives and their importance for regional development through the establishment of agribusiness in Brazil and Goiás. Therefore, narrates the case of Cooperative Milk Producers in the city of Piracanjuba-Goiás- CPLP exemplifying how as cooperatives became an important and necessary option for the support of dairy farming in the county, but that by itself just does not solve the structural problem of agrarian question, which is the lack of efficient public policies for rural areas. According to important authors of development, as Celso Furtado and Florestan Fernandes, national, sustainable and effective development should happen with intermediation of the National State, through planned public policies. In turn, agriculture, especially the family farming is the fundamental element for territorial development, proven in several nations of the world by studies of Koning and Stringer and also in Brazil, by Ricardo Abramovay. Between agriculture and development, establishes a dialectic: the growth of agribusiness, mainly from 1960 and the maintaining the delayed field. The agricultural production expands while the rural exodus increases. The productivity sets a record whilst the economic and social conditions of workers worsened. Through historical analysis and case study, it is noticed that the national agricultural development does seem to be linked to the establishment of public policies on access to land, logistics and energy infrastructure, promotion to technical training field workers, and price regulation.