O DÉFICIT DE ACESSO E OS FATORES QUE EXPLICAM O PROVIMENTO DE SANEAMENTO BÁSICO EM GOIÁS NO ANO DE 2010.

This work is the result of the analysis of access to sanitation services deficit, notably the services supply with treated water and sewage services in the State of Goiás in 2010. Before, but a discussion has been made based on studies of Saiani and other theorists about the concept and importance o...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Batista, João Marcos lattes
Orientador/a: Leão, Carlos lattes
Banca: Bernardes, Genilda Darc lattes, Estevam, Luis Antônio lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Programa: Desenvolvimento e Planejamento Territorial
Department: Ciências Exatas e da Terra
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://localhost:8080/tede/handle/tede/2811
Citação:BATISTA, João Marcos. O DÉFICIT DE ACESSO E OS FATORES QUE EXPLICAM O PROVIMENTO DE SANEAMENTO BÁSICO EM GOIÁS NO ANO DE 2010.. 2014. 148 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2014.
Resumo Português:Este trabalho é resultado da análise do déficit de acesso aos serviços de saneamento básico, notadamente os serviços de abastecimento com água tratada e coleta de esgoto, no Estado de Goiás no ano de 2010. Antes, porém foi feita uma discussão baseada nos estudos de Saiani e outros teóricos, sobre o conceito e a importância de se prover saneamento básico à população, além de avaliar como o setor evoluiu historicamente no Brasil e em Goiás, enfocando, sobretudo o Planasa que vigorou até o ano de 1984. Em seguida ao avaliar o déficit de acesso aos serviços de abastecimento com água tratada e coleta de esgoto, foi possível concluir que o déficit se distribui desigualmente pelo território goiano, sendo mais intenso, nas regiões metropolitanas do Estado, e menos intenso, nas regiões mais urbanizadas, de maior PIB e renda. Por meio da coleta e análise de dados extraídos do Censo do IBGE, SNIS e Instituto Mauro Borges e baseado na metodologia estatística de cortes transversais (cross-section), estimou-se equações de regressão com o objetivo de explicar o provimento de saneamento básico à população goiana, no entanto foram estimadas duas equações: Uma para o serviço de abastecimento com água tratada e outra para o serviço de coleta de esgoto, haja vista que os dois serviços apesar de complementares, possuem características diferentes em relação à essencialidade e estruturação, porém conforme demonstraram às equações de regressão, em relação ao serviço de água o provimento é explicado por fatores demográficos, econômicos e institucionais, já em relação à oferta do serviço de esgoto, as variáveis demográficas e econômicas foram suficientes para explicação do provimento.
Resumo inglês:This work is the result of the analysis of access to sanitation services deficit, notably the services supply with treated water and sewage services in the State of Goiás in 2010. Before, but a discussion has been made based on studies of Saiani and other theorists about the concept and importance of providing basic sanitation to the population, and to evaluate how the industry has evolved historically and Goiás in Brazil, focusing mainly Planasa lasted until the year 1984. Then to evaluate the deficit of access to treated water supply and sewage services, it was concluded that the deficit is distributed unequally Goiás, being more intense in the metropolitan regions of the state, and less intense in the more urbanized regions, and the highest GDP income. Through the collection and analysis of data from the census, SNIS and Mauro Borges Institute and based on the statistical methodology of transverse (cross-section) cuts, we estimated regression equations in order to explain the provision of sanitation to goiana population, however were estimated two equations: One for the service supply treated water and one for sewage service, given that both services although complementary, have different characteristics regarding the essentiality and structure, however as shown by the regression equations, in relation to the provision of water services is explained by demographic, economic and institutional factors, as to the provision of sewer service, demographic and economic variables were sufficient to explain the filling.