O corpo na transversal do tempo: da sociedade disciplinar à sociedade de controle ou da analítica de "um corpo que cai

In the flux of events that have revolved certainties and truth regimes in the last decades, the thesis The Body in the Transversal of Time: from disciplinary society to society of control or the analytics of a body that falls projects itself in the plane of consistency of the contemporary society to...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Silva, Edivaldo Vieira da
Orientador/a: Passetti, Edson
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3747
Citação:Silva, Edivaldo Vieira da. O corpo na transversal do tempo: da sociedade disciplinar à sociedade de controle ou da analítica de "um corpo que cai . 2006. 368 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Resumo Português:No fluxo de acontecimentos que revolveram as certezas e regimes de verdade nas últimas décadas, a tese O Corpo na Transversal do Tempo: da sociedade disciplinar a sociedade de controle ou Da analítica de um corpo que cai se projeta no plano de consistência da sociedade contemporânea para analisar as recentes inovações tecnológicas, que confluem para a organização de um novo paradigma científico, baseado na estratégia de se fazer campo de força como Tecnologias Convergentes ou convergência sinergística NBIC (Nanotecnologia, Biogenética, Tecnologia da Informação e Ciência Cognitiva), dos saberes que se unificam a partir de um alvo comum, as estruturas elementares da matéria (o átomo, os genes, moléculas e células). As tecnologias são apresadas analiticamente a partir das considerações de Gilles Deleuze e Michel Foucault, que as consideram agenciamentos maquínicos sujeitados a megamáquina capitalística ou tecnologias de poder e seqüestro de corpos ou do que resta deles e subjetividades. No plano de consistência da sociedade contemporânea, que se apresenta como sociedade de controle, intenta-se cartografar, ao mesmo tempo, os lugares de contraposicionamentos e resistências
Resumo inglês:In the flux of events that have revolved certainties and truth regimes in the last decades, the thesis The Body in the Transversal of Time: from disciplinary society to society of control or the analytics of a body that falls projects itself in the plane of consistency of the contemporary society to analyze the recent technological innovations, which converge to the development of a new scientific paradigm. This paradigm is based on the strategy of making a force field as Converging Technologies or synergistic convergence NBIC (Nanotechnology, Biogenetics, Information Technology and Cognitive Science) of knowledges that are unified for a common target, i.e., the elementary structures of matter (the atom, the genes, molecules and cells). Technologies are analytically conceived based on Gilles Deleuze and Michel Foucault s arguments that consider machinic arrangements subject to the capitalist mega-machine or technologies of power and bodies seizure or what remains from them and subjectivities. In the plane of consistency of contemporary society, which presents it self as society of control, this investigation attempts to cartograph, at the same time, places of counter-positions and resistances