Uma análise do processo de constituição do Estado nacional como eixo da ascensão chinesa no capitalismo internacional

The Chinese expansion in world capitalism has provoked a great interest in China s role in the 21st century, especially in relation to the State role in the face of the so-called market forces. Within a millenary civilization, the Chinese nation State, formally created in 1912, has been built along...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Barbieri Junior, Walter lattes
Orientador/a: Almeida, Lúcio Flávio Rodrigues de
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3681
Citação:Barbieri Junior, Walter. Uma análise do processo de constituição do Estado nacional como eixo da ascensão chinesa no capitalismo internacional. 2015. 214 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Resumo Português:A expansão chinesa no capitalismo mundial tem provocado um grande interesse pelo papel da China no século XXI, principalmente em relação ao protagonismo do Estado frente às chamadas forças do mercado. No interior de uma civilização milenar, o Estado-nação chinês, criado formalmente em 1912, constituiu-se ao longo de um processo que teve dois marcos principais: o triunfo da revolução, em 1949, cujo objetivo declarado pelas principais forças dirigentes era a transformação socialista, primeiro passo para a construção de uma sociedade sem classes; e o Programa das Quatro Modernizações, implementado pelas forças lideradas por Deng Xiaoping a partir de 1978. Esta tese analisa, mais especificamente, o papel da construção do Estado-nação chinês como alicerce para a expansão no capitalismo mundial nos últimos trinta e cinco anos, período superior temporal, ao do período maoísta do pós-Segunda Guerra Mundial. Aqui se procura compreender de que forma a ideologia nacional perpassa o processo de constituição do Estado chinês contemporâneo. Além disso, o estudo analisa a forma de intervenção deste Estado no desenvolvimento econômico daquela formação social e, mais especialmente, a possibilidade de ascensão hegemônica da China no capitalismo mundial no século XXI
Resumo inglês:The Chinese expansion in world capitalism has provoked a great interest in China s role in the 21st century, especially in relation to the State role in the face of the so-called market forces. Within a millenary civilization, the Chinese nation State, formally created in 1912, has been built along a process that had two milestones: the revolution triumph in 1949, whose stated goal by the main leaders was the socialist transformation, first step for the construction of a classless society; and the Four Modernization Programs, implemented by the forces led by Deng Xiaoping from 1978 on. This thesis examines more specifically the role of the Chinese nation-State building as a foundation for the expansion in world capitalism in the last thirty-five years, following the post-World War II Maoist period. In this work the author searches for the understanding of how the national ideology pervades the process of contemporary Chinese State Constitution. In addition, this study examines this State intervention in economic development of that social formation and more particularly the possibility of hegemonic rise of China in world capitalism in the 21st century