Belém em festa: a economia lúdica da fé no Círio de Nazaré

The presented thesis analyses the transformations of the long term processes of the leisure practices modernizations of the Círio de Nazaré, emphasizing economic, politic and cultural aspects, mainly those which occurrence begin in 1980, a period characterized by the intensification of globalization...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Matos, Lucília da Silva lattes
Orientador/a: Mira, Maria Celeste
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3216
Citação:Matos, Lucília da Silva. Belém em festa: a economia lúdica da fé no Círio de Nazaré. 2010. 280 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:Esta tese analisa as transformações do processo de longa duração de modernização das práticas de lazer no Círio de Nazaré, com ênfase em aspectos econômicos, políticos e culturais, mormente os sucedidos a partir de 1980, período caracterizado pela intensificação da globalização econômica e técnica e da mundialização da cultura, no qual essas transformações dão à cultura, e mais especificamente às festas populares, lugar de destaque na dinâmica sociocultural. Ressituadas por novos aparatos técnicos e pela indústria do turismo, essas festas tornaram-se grandes atrativos do mercado de bens e serviços culturais, via de regra, apoiadas pelas instituições estatais (União, estados e municípios) em consonância com agências transnacionais e a iniciativa privada interessadas nos dividendos políticos e econômicos dos negócios que giram em torno da festa e na visibilidade de determinadas cidades. Uma dessas festas é o Círio - manifestação com características próprias do catolicismo popular que acontece desde o século XVIII na cidade de Belém e que passa por um progressivo processo de espetacularização. É visível a intensificação de investimentos no Círio (e sua institucionalização por parte da diretoria da festa, sua principal organizadora, composta por leigos e sacerdotes da igreja) por empresas estatais e privadas, constituindo o que denominamos de economia lúdica da fé. A categoria de análise economia lúdica da fé diz respeito aos processos econômicos de produção, circulação e consumo de produtos, imagens, mensagens e práticas simbólicas presentes no espaço/tempo de alguns eventos populares; estes são dinamizados por práticas culturais em que a fé assume um lugar capital, mediada pelo prazer, pelo encontro, pela diversão. Os mecanismos de ordem econômica, política e cultural, contemporaneamente incorporados ao Círio pelos distintos grupos organizadores (igreja, estado, empresas, produtores culturais, etc.), e aqueles que constituem e/ou ressignificam os símbolos, práticas, espaços e temporalidades são analisados segundo a audiência ativada pela fé conferida à santa padroeira e as possibilidades de vivências lúdicas que se tornam o eixo dinamizador de um processo que mobiliza milhares de pessoas a participarem de inúmeras atividades e consumirem imagens e produtos, gerando o consequente retorno financeiro para os negócios e a recompensa social conquistada pela circulação de outro tipo de moeda: prestígio e reconhecimento dos organizadores, patrocinadores e apoiadores, dos participantes em geral e dos turistas
Resumo inglês:The presented thesis analyses the transformations of the long term processes of the leisure practices modernizations of the Círio de Nazaré, emphasizing economic, politic and cultural aspects, mainly those which occurrence begin in 1980, a period characterized by the intensification of globalization and world-wide spread culture technique, also when these transformations grant notability to culture and folk festivities within socio-cultural dynamics. Replaced by new technical devices and tourism industry, these festivities became grandly attractive to the cultural commons and services, often supported by public institutions (federal, state and city) in agreement with transnational agencies and private leading actions interested in political and economical profits involved in the festivity and in the distinction of certain towns. One of these festivities is the Círio manifestation with unique characteristics of the popular Catholicism since the 18th century in Belém, going through a progressive process of becoming a spectacle. The intensification of investments by public and private enterprises upon the Círio is remarkable (as well as the directors efforts to turn it into a institution), and we shall name that as ludic economy of faith. The ludic economy of faith category concerns the economic processes of production, circulation and sale of products, images, messages and figurative practices present in a time and space of some folk events; these are given dynamism by cultural practices in which faith gives place to a capital part, interposed by pleasure, meeting and fun. The mechanisms of social, politic and cultural order, contemporarily put into the Círio by the distinct groups of organizers (church, state, enterprises, cultural producers, etc.), and the mechanisms that compose and/or reestablish symbols, practices, spaces and temporarities, are analysed according to the audience activated by faith to the patroness saint, and to the possibilities of ludic life experiences that become the axis giving dynamism to a process that moves millions of people to participate in uncountable activities, therefore generating financial return to business, as well as social acceptance conquered by a different kind of currency: prestige and reputation of organizers, sponsors, supporters, participants in general and tourists