O papel do idoso na família contemporânea

The family and the elderly are an essential part of nursing care, being necessary for the professional to open themselves to the family to understand experiences and worldviews. This interdisciplinary study was intended to reflect on the major changes that involve the aging process and the diversity...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Ohara, Elisabete Calabuig Chapina lattes
Orientador/a: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3379
Citação:Ohara, Elisabete Calabuig Chapina. O papel do idoso na família contemporânea. 2012. 123 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Resumo Português:A família e o idoso são parte essencial do cuidado de enfermagem, sendo necessário que o profissional se abra para a família para compreender experiências e visões de mundo. Neste estudo de caráter interdisciplinar buscou-se refletir sobre as principais mudanças que envolvem o processo de envelhecimento e a diversidade que o caracteriza, indo ao encontro dos seus significados e das mudanças sociais que rebatem na família como instituição. O estudo teve como objetivos: refletir sobre as modificações pelas quais a família brasileira tem passado e as repercussões dessas mudanças no papel do idoso na família contemporânea; identificar os aspectos culturais, sociais e subjetivos do idoso e seus familiares; conhecer a dinâmica familiar e suas significações para o idoso; compreender como a família do idoso se estrutura, seu desenvolvimento e funcionamento. Com esse foco optou-se por realizar pesquisa qualitativa com pequenos grupos (idosos e seus familiares);o trabalho de campo - observação participativa daqueles pequenos grupos e longas entrevistas ancorou, em diálogo com a literatura especializada, as interpretações propostas. As famílias escolhidas deviam preencher algum dos seguintes requisitos para o estudo: a família do idoso estar vivenciando modificações no aspecto social (aposentadoria; desemprego, voluntariado, viuvez, dificuldade financeira); a família tendo o idoso como o principal provedor (a renda familiar está centrada na aposentadoria do idoso); o idoso como cuidador dos netos; a família como cuidadora do idoso; idoso vivenciando experiências motivadoras. Todos os envolvidos nesta pesquisa (idosos e familiares) aceitaram a participação. O roteiro de entrevista foi constituído por perguntas abertas (este roteiro foi entendido como um conjunto de provocações para o diálogo e no limite, lembretes, para que fosse possível ter um material passível de comparação). A técnica utilizada para análise possibilitou construir uma multiplicidade de estruturas complexas, sobrepostas ou amarradas umas às outras, que podem ser diferentes, irregulares e que, inicialmente, procurou-se apreender e depois interpretar e apresentar. (GEERTZ, 1989) Na análise de conteúdo recorreu-se também, ao auxílio de um software (QSR internacional Nvivo 9 projeto-Environmental Change Down East), desenvolvido por pesquisadores que trabalham com pesquisa qualitativa na área das ciências sociais. Os papéis familiares no mundo atual modificaram-se dada a complexidade de situações criadas por fatores socioculturais e econômicos que afetaram diretamente a dinâmica familiar. As funções básicas dos idosos na família são variadas, destaca-se a de agente educador, com funções específicas como zelar pelos aspectos religiosos, culturais, econômicos e sociais, sendo papel da família (grupo familiar) cuidar das crianças, idosos e doentes. O conhecimento sobre o papel do idoso na família contemporânea possibilitou mostrar caminhos para a prática profissional. Acreditamos também que os aspectos estudados podem contribuir para uma nova perspectiva teórica e interdisciplinar do objeto e, especialmente, contribuir para a formação de profissionais da área da saúde, ciências sociais e educação. Acreditamos que ao darmos voz aos idosos, provocamos sua própria mudança e conseqüentemente ajudamos na quebra de preconceitos e mitos a seu respeito, viabilizando a abertura de caminhos para o resgate da sua cidadania ativa e a conquista ou manutenção de seu espaço na família e na sociedade Conclui-se que o estudo é uma ferramenta de trabalho para os profissionais que buscam uma melhor compreensão das variáveis que interferem no envelhecimento, família e a comunidade
Resumo inglês:The family and the elderly are an essential part of nursing care, being necessary for the professional to open themselves to the family to understand experiences and worldviews. This interdisciplinary study was intended to reflect on the major changes that involve the aging process and the diversity that characterizes it, going to their meanings and social changes that reflect in the family as an institution. The study objectives were: reflect on the changes the Brazilian family has gone through and the impact of these changes on the role of the elderly in the contemporary family; identify the cultural, social and subjective aspects of the elderly and their families; meet the family dynamics and their meanings for the elderly; understand how the elderly s family structures itself, its development and functioning. Focusing on this, we opted for conducting qualitative research with small groups (elderly and their relatives); the fieldwork - participatory observation of those small groups and long interviews anchored, in dialogue with the specialized literature, the proposed interpretations. The chosen families should meet any of the following requirements for the study: the elderly s family should be experiencing changes in social aspect (retirement; unemployment, volunteering, widowhood, financial hardship); the elderly in the family as the primary provider (household income is centered on the elderly s pension); the elderly as caregiver for grandchildren; the family as caregiver for the elderly; the elderly experiencing motivating experiences. Everyone involved in this research (elderly and family) accepted to participate. The questionnaire for the interview was composed of open-ended questions (this was seen as a provocation to the dialogue and within the limits, reminders, so that it was possible to have material for comparison). The technique used for analysis made it possible to build a multiplicity of complex structures, overlapping or tied to each other, which may be different, irregular and that initially should be learnt and then interpreted and presented. (GEERTZ, 1989) Content analysis was also performed with the aid of a software (International QSR Nvivo 9 project-Environmental Change Down East), developed by researchers working with qualitative research in the area of social sciences. The family roles in today's world have changed due to the complexity of situations created by economic and sociocultural factors directly affecting the family dynamics. The basic functions of the elderly in the family are varied, above all others as the educator, with specific functions such as ensuring religious, cultural, economic and social aspects, while the role of the family (family group) is to take care of the children, the elderly and the sick. Knowledge about the role of elderly people in the contemporary family allowed for paths to professional practice. We also believe that the studied aspects can contribute to a new theoretical and interdisciplinary perspective of the object and, especially, contribute to the training of health, social sciences and education professionals. We believe that by giving voice to seniors, we provoke their own change and consequently help in breaking down the prejudices and myths about them, enabling the opening of roads to the rescue of their active citizenship and the achievement or maintenance of their place in the family and in society. It is concluded that the study is a tool for professionals who seek a better understanding of the variables that interfere with aging, family and the community