Transformações tecnológicas no ambiente de trabalho: os projetistas da indústria mecânica de base

The study of new technology in the labor world and in life conditions is a relevant theme for Labor Sociology, as part of a broader context in society. The transformation of an industrial to a post-industrial society, with its characteristic intellectual technology , based on computers and informati...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Degenhardt, Victor Werner lattes
Orientador/a: Lazzareschi, Noemia
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucsp.br/handle/handle/2162
Citação:Degenhardt, Victor Werner. Transformações tecnológicas no ambiente de trabalho: os projetistas da indústria mecânica de base. 2010. 254 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:O estudo da introdução de novas tecnologias sobre o mundo do trabalho e sobre as condições de vida é um tema relevante para a Sociologia do Trabalho, estando inserido em um contexto maior societário. A transformação da sociedade industrial para uma pós-industrial, em que surge a tecnologia intelectual , alicerçada na informática, teve impacto marcante nas pessoas que vivenciaram a modificação no seu instrumental de trabalho. Para uma análise desse impacto entrevistou-se um grupo de nove projetistas de equipamentos da indústria de base brasileira. Esse grupo realizava suas atividades de forma praticamente artesanal, trabalhando em pranchetas localizadas em amplos salões que facilitavam a sociabilidade. Eram profissionais possuidores da politecnia, ou seja, a habilidade de saber fazer e saber por quê estavam fazendo de uma dada maneira. A partir da década de 1990 são introduzidas as estações de trabalho computadorizadas, e com elas, os softwares de auxílio no desenho (CAD). O novo instrumental trouxe uma série de vantagens, tais como redução do tempo de execução do trabalho e padronização, mas também ocasionou dificuldades na sociabilidade e certa alienação pela introdução de um agente mediador na relação homem-desenho, que não era percebido quando os desenhos eram compartilhados com os colegas e feitos a lápis ou a caneta. A informática permitiu, também, a mudança do modelo de profissão para o modelo de assalariado-empresário, em que o assalariado é tratado como um pseudo-empresário, que tem que constantemente mostrar sua utilidade e que compete diariamente com os demais no sistema de livre concorrência de mercado. Esses fatos explicam, parcialmente, a dificuldade na passagem daquele conhecimento que permite o duplo processo de interiorização da exterioridade e de exteriorização da interioridade . Assim, embora a qualificação social, conseguida de maneira uniformizada em escolas superiores de ensino, tenha aumentado, possibilitando uma visão ampliada e estratégica do negócio, a qualificação tecnológica pode ser discutida
Resumo inglês:The study of new technology in the labor world and in life conditions is a relevant theme for Labor Sociology, as part of a broader context in society. The transformation of an industrial to a post-industrial society, with its characteristic intellectual technology , based on computers and information technology, has had a significant impact on the people who were affected by the change in their instruments of work. To analyze this impact, a group of nine project designers in the Brazilian base industry have been interviewed. This group used to perform their activities practically as artisans, working on design boards placed in vast offices that facilitated socialization. These professionals were polytechnic , i.e. they had know-how coupled with the ability to know why they should do their job in a certain way. As of the 1990 s, computer workstations are introduced, and with them the software that facilitated design workflow, such as CAD. These new instruments brought several advantages, such as the reduction of time to perform a job, but on the other hand obstructed socialization and caused some alienation by introducing a new mediating agent in the man-design relationship, something that was not perceived when designs were shared among colleagues and made by pencil or pen. Another change has happened as a result of computer technology: the advent of wage-based entrepreneurs replacing wage-based employees. In this model, the worker is treated as a pseudo-entrepreneur that has to constantly show their usefulness to the company and compete on a daily basis against others in a competitive free market. These facts explain, though partially, the difficulty of passing on the knowledge that allows the double process of interiorization of what is exterior, and the exteriorization of what is interior . As a consequence, although the social qualification, obtained in a standardized way in universities, has grown, allowing broader and more strategic business vision, the technological qualification may be discussed"