Elementos para uma crítica à ideologia do atraso brasileiro

The object of this dissertation was focused on the analysis of elements of the perception of Brazilian backwardness as an ideology in close relation with the modernization process in our country. Aspects of this perception, taken in its impressionistic manifestations, often do not relate only to the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Monetti, Fabiano lattes
Orientador/a: Silva, Ana Amélia da
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3316
Citação:Monetti, Fabiano. Elementos para uma crítica à ideologia do atraso brasileiro. 2011. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Resumo Português:O objetivo desta dissertação esteve voltado para a análise de elementos que informam a percepção do atraso brasileiro, enquanto ideologia em estreita relação com o processo de modernização em nosso país. Aspectos dessa percepção, tomados em suas manifestações impressionistas, frequentemente não se relacionam apenas às condições objetivas da realidade, mas também a uma disposição até mesmo pré-reflexiva, que revela, por sua vez, um sentimento de inferioridade. Assim, tenta-se aqui aprofundar a análise dessa componente ideológica, na medida em que esta se reproduz - de certa forma - no pensamento social e político produzido por intérpretes do Brasil. Tomaram-se como eixo algumas reflexões do sociólogo Jessé de Souza sobre as obras de Gilberto Freyre, Casa-grande e senzala e Sobrados e mucambos, conferindo-se destaque à noção de singularidade cultural brasileira , entre outras. Nestas argumentações tentou-se estabelecer pontos de contato e divergências com Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda
Resumo inglês:The object of this dissertation was focused on the analysis of elements of the perception of Brazilian backwardness as an ideology in close relation with the modernization process in our country. Aspects of this perception, taken in its impressionistic manifestations, often do not relate only to the objective conditions of reality, but also to an even pre-reflective willingness, that reveals, in turn, a sense of inferiority. Thus, here it was tried to deepen the analysis of this ideological component to the extent that it is somewhat reproduced in the social and political thought produced by interpreters of Brazil. Some reflections of the sociologist Jessé de Souza on the Gilberto Freyre s works Casa-grande e senzala and Sobrados e mucambos were taken as an axis, giving prominence to the notion of "Brazilian cultural uniqueness", among others. In these arguments, it was attempted to establish points of contact and divergence with Raízes do Brasil by Sérgio Buarque de Holanda