Memória de mulheres ucranianas: recriação de tradições em Prudentópolis Paraná

This dissertation deals with the memory of women descendants of Ukrainian living in Prudentópolis, country side of Paraná, and peculiar aspect is the fact that its population consists majorly from Ukrainians . There, traditions and religious festivals keep alive the Ukrainian culture. This led me to...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Tenchena, Sandra Mara lattes
Orientador/a: Gouveia, Eliane Hojaij
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3226
Citação:Tenchena, Sandra Mara. Memória de mulheres ucranianas: recriação de tradições em Prudentópolis Paraná. 2010. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:Esta dissertação trata da memória de mulheres descendentes de ucranianos residentes na cidade Prudentópolis, localizada no interior do Paraná, e tem como aspecto peculiar o fato de sua população ser constituída majoritariamente por descendentes de ucranianos. As tradições e as festas religiosas ali presentes mantêm viva a cultura ucraniana. Esta opção levou-me a conhecer as diferentes maneiras de apropriação dos tecidos simbólicos específicos da cultura, através de recorte de gênero associado a especificidades de gerações responsáveis pela produção dos sistemas de significados próprios dessa cultura. Para tanto, recorri a estudos da memória por meio de autores como: Brandão (1985), Pollak (1989), Nora (1993), Bosi (1994), Halbwachs (2004), dentre outros que abordaram essa problemática associando a memória à sua dimensão literária, histórica, sociocultural. Os ucranianos, importante grupo de imigrantes que rumou para o Paraná como trabalhadores livres no início do século XX, construíram atividades importantes para a vida cultural da região e para a economia local. Partilharam a vida com imigrantes poloneses, italianos e alemães, construindo segmento fortalecedor de hibridização cultural própria da história do Brasil. A escolha de abordagem etnográfica, que não só descrevesse a cultura e as tradições, mas também a história e as transformações socioeconômicos da cidade de Prudentópolis no Estado do Paraná, visou interpretar os sentidos e significados de ações voltadas à afirmação, resistência e identificação de sua população. Para isso, recorri ao exercício da pesquisa sistemática pela participação observante de ritos e costumes tão familiares, com o intuito de recuperar os costumes tradicionais, com vistas a produzir, inicialmente, uma etnografia que evidenciasse, com refinamento de detalhes, os modos de viver das mulheres e do povo ucraniano. A metodologia foi apoiada na pesquisa qualitativa em razão da sua importância para os estudos interpretativos de fenômenos complexos e pela possibilidade de imersão no contexto e na realidade do ambiente pesquisado. Ao registrar o cotidiano da cidade de Prudentópolis, bem como analisar as histórias de vida dessas mulheres utilizei a memória como recurso metodológico, estabelecendo relações por meio de suas lembranças com a construção de suas identidades. Procurei, assim, compreender a importância da mulher ucraniana na preservação de suas tradições culturais
Resumo inglês:This dissertation deals with the memory of women descendants of Ukrainian living in Prudentópolis, country side of Paraná, and peculiar aspect is the fact that its population consists majorly from Ukrainians . There, traditions and religious festivals keep alive the Ukrainian culture. This led me to know the different ways of appropriation of the specific symbolical tissues of this culture, through gender s clipping associated to specificities of generations responsible by production of own meanings systems this culture. For all this, I resorted to studies of memory through authors as: Brandão (1985), Pollak (1989), Nora (1993), Bosi (1994), Halbwachs (2004), among others that have addressed this problem associating memory to its literary dimension, historical, socio-cultural. The Ukrainians, an important group of immigrants who migrated to Paraná as free workers at the beginning of the 20th century, built important activities for the region's cultural life and to the local economy. They shared their lives with immigrant Pollack s, Italians and Germans, building a strengthened segment of cultural hybridization of own history of Brazil. The choice of ethnographic approach, which not only could describe the culture and traditions, but also the history and socio-economical transformations of Prudentópolis town, in the State of Paraná, aimed to interpret the senses and meanings of actions turned to the assertion, resistance and identification of its population. For that, I resorted to the systematic searching exercise with my observing participation of rites and customs paying so familiar to recover traditional customs, intending to recuperate traditional habits, seeking to produce, initially, an Ethnography that could express, with refinement of details, the ways of living of women and the Ukrainians. The methodology was based on qualitative research because of their importance for studies of complex interpretative phenomenal and by the possibility of immersion on the context and reality of the environment researched. By registration of Prudentópolis daily s life, such as analyzing the history of these women lives, by memorizing as methodological resource, establishing relations by their memories identities formulations. I looked for, by this essay, tried to understand the importance of Ukrainian Women on the preservation of theirs cultural traditions