Brasil-FMI: a política externa financeira no desenvolvimento internacional

The relationship between Brazil and the International Monetary Fund (IMF) holds, asignificant amount of accumulated experience, and political clashes overeconomic development models that have raised permanently, the update of the national debates regarding the positioning of the country in their int...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Lima, Rodrigo Oliveira de lattes
Orientador/a: Chaia, Vera Lucia Michalany
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucsp.br/handle/handle/2272
Citação:Lima, Rodrigo Oliveira de. Brasil-FMI: a política externa financeira no desenvolvimento internacional. 2011. 235 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Resumo Português:A relação do Brasil com o Fundo Monetário Internacional (FMI) guarda, uma expressiva quantidade de experiências acumuladas, bem como embates políticos sobre os modelos de desenvolvimento econômico que, suscitaram, permanentemente, a atualização dos debates nacionais no que diz respeito ao posicionamento do país nas suas relações internacionais. Para tanto, a política externa brasileira, diante de novos dilemas, ao término da Segunda Guerra Mundial, foi rearticulada em seu papel, inserção e atuação na Economia Internacional e Macroeconomia Financeira durante o período de formação das instituições de Bretton Woods. Caminhos foram construídos para a relação do Brasil com os organismos financeiros internacionais neste período de pósguerra. Nesse sentido, o Banco do Brasil, dispôs de novas instalações para as visitas técnicas internacionais para o intercâmbio das operações financeiras. E um departamento específico foi criado pela Secretaria de Estado das Relações Exteriores, o Departamento de Política Financeira do Ministério das Relações Exteriores (DPF-MRE), com o objetivo de assessoramento do Poder Executivo e Ministério da Fazenda. Peremptoriamente, o DPF-MRE produziu linhas de atuação estratégica em ambiente multilateral, em resposta a Globalização Financeira em curso. O trabalho acompanhará os registros produzidos pelo DPF que, dão conta do relacionamento de autoridades brasileiras no FMI, em contendas financeiras na segunda metade do século XX. Empiricamente, a documentação obtida no Arquivo Histórico do Itamaraty, em conjunto a literatura tratará as discussões, críticas e contribuições dos autores ao tema e assunto. A narrativa percorrerá as formulações políticas e as discussões que levaram a estruturação de uma política externa financeira para o desenvolvimento internacional
Resumo inglês:The relationship between Brazil and the International Monetary Fund (IMF) holds, asignificant amount of accumulated experience, and political clashes overeconomic development models that have raised permanently, the update of the national debates regarding the positioning of the country in their international relations. To this end, the Brazilian foreign policy, faced with new dilemmas at the end of World War II, was rearticulated in his paper, integration and performance inInternational Economics and Financial Macroeconomics during the formation ofthe Bretton Woods institutions. Roads were built for the relationship between Brazil and the international financial institutions in the postwar period. In this sense, the Bank of Brazil, the person had new facilities for technical visits for the exchange of international financial transactions. And a special department was created in the Secretary of State for Foreign Affairs, the Department of Financial Policy of the Ministry of Foreign Affairs (DPF-MRE), aimed at advising the Executive and the Finance Ministry. Peremptorily, the DPF producedstrategic lines of action in multilateral environment, in response to ongoing financial globalization. The job monitor that records produced by the DPF, awareof the relationship between the Brazilian authorities in the IMF in financial strife in the second half of the twentieth century. Empirically, the documentation obtainedby the Historical Archives of the Foreign Ministry, jointly deal with the literaturediscussions, criticisms and contributions of the authors and the subject matter.The narrative cycle through policy formulation and discussions that led to the structuring of an external financial policy for international development