Relações sociais de gênero e política partidária: inserção partidária das mulheres na política maranhense

This paper focuses on the women experiences working in partisan politics in São Luís do Maranhão. Through their narratives, we sought to understand and point out the strategies and capital used by them to step into and remain in the political space, which has traditionally been occupied mostly by me...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Abreu, Jacileia Cadete lattes
Orientador/a: Chaia, Vera Lucia Michalany
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4186
Citação:Abreu, Jacileia Cadete. Relações sociais de gênero e política partidária: inserção partidária das mulheres na política maranhense. 2010. 133 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:Este trabalho focaliza as vivências de mulheres que atuam na política partidária em São Luís do Maranhão. Por meio das narrativas dessas mulheres, buscou-se perceber e apontar as estratégias e os capitais utilizados por elas para adentrarem e se manterem no espaço político que, tradicionalmente, é ocupado em sua maioria por homens. O campo empírico da pesquisa é os espaços de atuação política de um conjunto de mulheres na cidade de São Luís, nos anos de 2000 a 2004 e de 2004 a 2008, períodos decisivamente marcados por movimentos que evidenciam o fortalecimento dos direitos de participação política da mulher, após décadas de silenciamentos e interdições de maior participação feminina nos espaços políticos. O referencial teórico empregado nesta pesquisa se encontra nos conceitos de capital social, trajetórias, estratégias e habitus desenvolvidos ao longo da obra do sociólogo francês Pierre Bourdieu. Esse aporte conceitual permitiu o desenvolvimento da pesquisa possibilitando o mapeamento do movimento das parlamentares investigadas em sua inserção nos espaços políticos, sem perder de vista as articulações elaboradas por elas para administrarem a vida pública e a privada. A história de vida forneceu os elementos necessários para apreender as estratégias utilizadas por essas mulheres em suas trajetórias políticas que são abrigadas por campo social específico. Desta forma, utilizou-se de entrevistas não estruturadas como procedimento para coleta de dados. A consecução deste trabalho permitiu constatar, entre outros, que no caso das mulheres investigadas, suas inserções no mundo da política partidária se dão por uma série de razões, entre estas, geralmente, por partes de figuras masculinas (maridos, pais ou cunhados, etc.) que as encaminham para a atividade política. Outra constatação importante é que o trabalho apontou que as investigadas percebem a política como uma missão , como espaço de generosidade, solidariedade, como um apostolado, afastando, assim, da representação da política como um espaço por excelência da vocação política
Resumo inglês:This paper focuses on the women experiences working in partisan politics in São Luís do Maranhão. Through their narratives, we sought to understand and point out the strategies and capital used by them to step into and remain in the political space, which has traditionally been occupied mostly by men. The empirical field of research is the space of political action of a women s group in the city of São Luis in the years 2000-2004 and 2004-2008, periods decisively marked by moves that highlight the strengthening of the women s rights for political participation after decades of closures and silences of greater female participation in political spheres. The theoretical framework employed in this research lies in the concepts of social capital, trajectories, strategies, and habitus developed during the work of French sociologist Pierre Bourdieu. This contribution allowed the development of research enabling the mapping of movement of the parliamentary investigated in their inclusion in political spaces, without losing sight of the plots prepared for them to manage the public and private lives. Life story provided the information necessary to understand the strategies used by these women in their political trajectories that are sheltered by specific social field. Thus, we used unstructured interviews as a procedure for data collection. The achievement of this work allowed understand, among others things, that in the case of investigated women, their insertion into the world of partisan politics occur because a number of reasons, among them, generally by parts of the male figures (husbands, parents or in-laws, etc.) that lead them to the political activity; another important finding is that the work indicated that the investigated people perceive politics as a "mission", as a place of generosity, solidarity, as a ministry, thus removing the representation of politics as an area par excellence of political vacation