Elementos para um estudo do conceito de causação na filosofia de Charles S. Peirce

This Master s thesis aims at translating into Portuguese Peirce s essay Causation and Force, which is part of the Conferences given by him in Cambridge in 1898, as well as to offer some theoretical elements for its reading and understanding. With this in mind, we present different manners on how the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Honda, Auro Key lattes
Orientador/a: Ibri, Ivo Assad
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Department: Filosofia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/11531
Citação:Honda, Auro Key. Elementos para um estudo do conceito de causação na filosofia de Charles S. Peirce. 2010. 167 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:Esta dissertação se propõe a efetuar uma versão para o português do ensaio ―Causation and Force‖, incluído nas conferências de Peirce proferidas em Cambridge em 1898, bem como oferecer elementos teóricos para sua leitura e compreensão. Para tanto, apresentamos diferentes formas sobre como a questão da causalidade tem sido considerada historicamente, em particular a visão crítica do próprio autor acerca de um mundo determinado. Discutimos as principais questões levantadas por Peirce sobre a desconstrução do determinismo e sua defesa do acaso como princípio ontológico atuante na constituição da realidade
Resumo inglês:This Master s thesis aims at translating into Portuguese Peirce s essay Causation and Force, which is part of the Conferences given by him in Cambridge in 1898, as well as to offer some theoretical elements for its reading and understanding. With this in mind, we present different manners on how the issue of causality has been considered historically, particularly Peirce s critical view concerning a one determined world. Herein we also discuss the main questions raised by Peirce regarding the deconstruction of determinism and his defense of chance as an ontological principle operating in the constitution of the reality