A finança encontra o bloco no poder: ensaios sobre transnacionalização do capital e dominação política de classe

The thesis is composed of three essays dealing with the relations between economic determinations and political determinations in studies on capitalism and class relations. The first essay revisits criticisms of Louis Althusser's formulations about the place of social classes in his work and th...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Andrade, Patrick Rodrigues lattes
Orientador/a: Almeida, Lúcio Flávio Rodrigues de
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Faculdade de Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22355
Citação:Andrade, Patrick Rodrigues. A finança encontra o bloco no poder: ensaios sobre transnacionalização do capital e dominação política de classe. 2019. 120 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Resumo Português:A tese é composta por três ensaios que tratam das relações entre determinações econômicas e determinações políticas em estudos sobre capitalismo e relações de classe. O primeiro ensaio revisita críticas às formulações de Louis Althusser sobre o lugar das classes sociais em sua obra e as críticas sobre o caráter “teoricista” e “politicista” dos trabalhos de Poulantzas. Após apresentar algumas respostas a essas críticas já presentes nas obras dos dois autores, propõe-se, como subsídio para a análise estrutural das relações de classe em formações sociais concretas, o desenvolvimento e a utilização de duas noções formuladas originalmente por Nicos Poulantzas: a de efeitos pertinentes e a de índices de eficácia. Nossa expectativa é que tais noções, se trabalhadas como operadores analíticos de médio alcance, podem auxiliar a endereçar processos contraditórios de determinação e sobredeterminação das classes, especialmente a classe capitalista em formações sociais concretas. O segundo ensaio discute a relação entre formas plenamente fetichizadas do capital e capital fictício. Como, ao apresentar a categoria de capital portador de juros, Marx afirma que esta é a forma mais fetichizada do capital, isso abre a interpretação de que todas as formas assumidas pelo capital apresentam determinações fetichistas. O ensaio desenvolve a ideia de que não só é possível ao capital portador de juros se reproduzir (em dadas situações) sem a necessária exploração imediata da força de trabalho, como também que suas determinações concretas produzem efeitos econômicos politicamente pertinentes para a análise das relações de classe, em especial no que se refere ao bloco no poder. O terceiro ensaio problematiza a necessária distinção entre frações do capital e fracionamentos da classe capitalista. Os objetivos específicos são: i) criticar uma tendência recorrente em análises marxistas de “sobrepolitizar” processos determinados no nível econômico e expor porque as frações do capital devem ser lidas como subdeterminadas no nível econômico; ii) expor a possibilidade de ocorrer fracionamentos específicos da classe capitalista que não se reduzem apenas a determinações econômicas, mas que dizem respeito a contradições sobredeterminadas pela relação entre estruturas e práticas, em especial, como efeitos que a relação entre as práticas políticas de classe e políticas de Estado podem provocar
Resumo inglês:The thesis is composed of three essays dealing with the relations between economic determinations and political determinations in studies on capitalism and class relations. The first essay revisits criticisms of Louis Althusser's formulations about the place of social classes in his work and the criticisms of the “theoricist” “politicist” character of Poulantzas work. After offering some answers to these criticisms that are already present in the works of the two authors, it is proposed, as a subsidy for the structural analysis of class relations in concrete social formations, the development and use of two notions formulated originally by Nicos Poulantzas: “pertinent effects” and “index of effectiveness”. Our expectation is that such notions, if worked as medium-range analytical operators, can help address contradictory processes of determination and overdetermination of classes, especially the capitalist class in concrete social formations. The second essay discusses the relation between fully fetishized forms of capital and fictitious capital. Since, introducing the category of interest-bearing capital, Marx asserts that this is the most fetishized form of capital, this opens the interpretation that all forms assumed by capital have fetishist determinations. The essay develops the idea that it is not only possible for interest bearing capital to reproduce itself (in given situations) without the necessary exploitation of the labour-power, but also that its determinations produce politically relevant economic effects for the analysis of class relations, in particular as regards the power bloc. The third essay discusses the necessary distinction between fractions of capital and fractionations of the capitalist class. The specific objectives are: (i) to criticize a recurring tendency in Marxist analyzes to “overpoliticize” processes determined at the economic level and to expose why the fractions of capital should be read as underdetermined at the economic level; (ii) to expose the possibility of specific fractionations of the capitalist class that are not limited to economic determinations, but which are related to contradictions overdetermined by the relation between structures and practices, especially as effects that the relation between political class practices and state policies can provoke