A conveniência da cultura popular: um estudo sobre pluralidade de domínios, danças devocionais e a ação dos mestres no Vale do Paraíba

This text examines the action of popular masters of devotional groups called moçambique and congada which exist in Vale do Paraíba, state of São Paulo. Their action has been under certain changes in the scope of recently adopted public policies on culture and the growth of the regional market for to...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Silva, André Luiz da lattes
Orientador/a: Mira, Maria Celeste
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3312
Citação:Silva, André Luiz da. The expediency of popular culture: study on the plurality of domains, devotional dances and the role of popular masters in Vale do Paraíba. 2011. 256 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Resumo Português:Este trabalho examina a ação de mestres populares dos grupos devocionais nomeados moçambique e congada localizados no Vale do Paraíba paulista. Esta ação vem sofrendo modificações dentro do contexto das novas políticas públicas de cultura implementadas e do incremento do mercado regional de turismo e entretenimento, que afetam os grupos liderados por tais mestres. Estas circunstâncias exigem táticas para agir em uma pluralidade de domínios que supõem distintas lógicas de ação. Mostram como as políticas culturais, a celebração da diversidade e a busca de reconhecimento cultural dos atores populares influenciam as mediações culturais que ocorrem nos grupos de cultura popular tradicional da região. Argumenta-se que os mestres utilizam táticas para entrar e sair dos novos domínios de ação, para se apropriar e escapar de novas injunções e recursos, tornando-se atores de uma produção cultural contemporânea em suas características híbridas, plurais e ambivalentes. Isto contribui com a análise do resultado e da apropriação das políticas públicas do ponto de vista dos realizadores populares. Procura-se entender quais são as estratégias dos mestres populares e como se relacionam com os intermediários do setor da produção cultural popular. A abordagem da pesquisa é a interpretação etnográfica dos interesses e estratégias dos atores estudados, com o auxílio de outras disciplinas, especialmente o da sociologia. A análise procura explicitar como os atores elaboraram as relações entre suas práticas devocionais concretas, a cultura local e os processos globais de ressignificação da cultura. Por meio do levantamento empírico, registraram-se as situações que podiam mostrar as relações entre distintos mundos de ação. Foram realizadas duas entrevistas com cada um dos sete mestres selecionados. Muitos momentos de conversas informais complementaram as informações e a triangulação com documentos possibilitou um reforço na qualidade das informações levantadas. Conclui-se que o contexto de engendramento dos grupos e a pressão das circunstâncias presentes agem no direcionamento das mudanças dos significados e das práticas de produção de cultura popular tradicional na região. A tradição, que, até então, tinha circulação restrita no interior do campo devocional católico-popular, vem ampliando cada vez mais seu universo de influência e adesão. Tal ampliação decorre da valorização da cultura popular tradicional no âmbito das re-emergentes políticas públicas voltadas para a cultura popular e do consumo de bens tradicionais e de autenticidade propiciado pela apropriação da indústria do turismo e da comunicação de massa
Resumo inglês:This text examines the action of popular masters of devotional groups called moçambique and congada which exist in Vale do Paraíba, state of São Paulo. Their action has been under certain changes in the scope of recently adopted public policies on culture and the growth of the regional market for tourism and entertainment, which directly bear upon the groups led by such masters. These circumstances demand tactics in order to intercede in a plurality of domains which imply different logic of action. They show how cultural policies, the celebration of diversity and the search for cultural gratitude of popular actors affect cultural mediations which take place among groups of traditional popular culture in the region. It is argued that masters use tactics to access and leave the new domains of action in order to seize them, thus escaping new restrictions and alternatives and becoming actors of a contemporary cultural production in its hybrid characteristics, both plural and ambivalent. This imparts the analysis of the result and the appropriation of public policies from the popular producer's point of view. There is an attempt to understand the strategies of popular masters and how they deal with mediators of the popular cultural production sphere. The approach of this investigation is the ethnographic interpretation of the interests and strategies of the actors under study, with the help of other disciplines, mainly sociology. The analysis tries to specify how the actors built their relations between their concrete devotional practices, the local culture and the global processes of ressignification of culture. Through an empirical survey situations which could show the relations between different worlds of action were registered. Two interviews were carried out with each of the selected seven masters. Many moments of informal conversation improved information and the triangulation with documents made possible a strengthening on the quality of collected data. It may therefore be inferred that the context in which the groups were generated and the pressure of present circumstances occur in directing the changes of meanings and practices in the production of traditional popular culture in this region. Tradition, which until then was restrained to the interior of the popular-catholic devotional sphere, has been increasing evermore its universe of influence and adherence. This steady increase results from the prizing of traditional popular culture within the scope of re-emerging public policies turned to popular culture and the use of traditional goods and the legitimacy provided by the appropriation of the industry of tourism and mass media