A Igreja e a praça: os batistas da cidade de Itapetinga-Bahia (1938-2013)

This work aims to analyze, between the years 1938-2013, the origin of Baptists in the constitution of Itapetinga’s urban development, and understand how the city’s process of religious stabilization happened. The period that circumscribes the research is from 1938 to 2013 in order to delimit the cel...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Moreira, Jussara Tânia Silva lattes
Orientador/a: Borin, Marisa do Espírito Santo
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Faculdade de Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19291
Citação:Moreira, Jussara Tânia Silva. A Igreja e a praça: os batistas da cidade de Itapetinga-Bahia (1938-2013). 2016. 302 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Resumo Português:This work aims to analyze, between the years 1938-2013, the origin of Baptists in the constitution of Itapetinga’s urban development, and understand how the city’s process of religious stabilization happened. The period that circumscribes the research is from 1938 to 2013 in order to delimit the celebration of the Diamond Jubilee of the First Baptist Church of Itapetinga (PIBI), whose existence predates the birth of the city itself. To this end, it was necessary to enter in a peculiar way: the social and historical constitution of the city of Itapetinga, which is located in southwest Bahia, setting that served for the preparation of the following hypothesis: the religious field the city of Itapetinga was only possible for the Baptists, because it was built with close connection to the power of cattle breeder farmer, dominant in the itapetinguense society. By having as axis the concept of "power domination and religion", the research primarily draws upon the theories of Max Weber and Pierre Bourdieu, but due to the complexity of the approach, there was also the need for appreciation of other sociological, historical and theological analysis. Along the way, it was adopted as methodological procedures: the memories, interviews, statistics and documentary analysis. Thus, the results of the investigation were assessed by qualitative research, having as support for the interpretations oral and written sources
Este trabalho tem como objetivo, analisar, entre os anos de 1938 a 2013, a origem dos batistas na constituição do desenvolvimento urbano de Itapetinga e compreender, como ocorreu esse processo de estabilização religiosa na cidade. O recorte temporal que circunscreve a pesquisa recaiu no período de 1938 a 2013, tendo em vista delimitar a comemoração do jubileu de diamante da Primeira Igreja Batista de Itapetinga (PIBI), cuja existência antecede ao nascimento da própria cidade. Para tal fim, foi necessário entrar por um caminho peculiar: a constituição social e histórica da cidade de Itapetinga, que fica localizada na Região Sudoeste da Bahia, cenário este, que serviu para a elaboração da seguinte hipótese: o campo religioso da cidade de Itapetinga só foi possível aos batistas, porque foi construído com estreita ligação com o poder dos fazendeiros, dominantes na sociedade itapetinguense. Por ter como eixo os conceitos de “poder dominação e religião”, a pesquisa respalda-se, prioritariamente nas teorias de: Max Weber e Pierre Bourdieu, mas, devido à complexidade da abordagem, houve também, a necessidade da apreciação de outras análises sociológicas, históricas e teológicas. Nesse percurso, adotou-se como procedimentos metodológicos: as memórias, as entrevistas, as análises estatísticas e documentais. Dessa maneira, os resultados da investigação foram apreciados através da pesquisa qualitativa, tendo o suporte para as interpretações as fontes orais e as fontes escritas