O acaso dos casos: estudos sobre alimentação-nutrição, cultura e história

The reflection developed from three case studies - the food of the Portuguese seamen of the nineteenth century, the situation of food and nutritional security of a remaining quilombo community and food referred to black slaves in Brazil - seeks to show that the value (biological and cultural) attrib...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Murta, Nadja Maria Gomes lattes
Orientador/a: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucsp.br/handle/handle/2393
Citação:Murta, Nadja Maria Gomes. Chance of cases: studies on food-nutrition, culture and history. 2013. 171 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Resumo Português:A reflexão desenvolvida a partir de três estudos de casos a alimentação dos marinheiros portugueses do século XIX, a situação de segurança alimentar e nutricional de uma comunidade remanescente de quilombo e a alimentação referida ao escravo negro no Brasil busca demonstrar que o valor (biológico e cultural) atribuído ao alimento está diretamente relacionado à noção do que é uma alimentação saudável. Tendo como referência os manuscritos médicos da marinha portuguesa, os livros científicos da época e as narrativas de viajantes dos séculos XVIII e XIX, procuramos demonstrar que o conhecimento científico vigente associado ao hábito alimentar da elite europeia foram os modelos explicativos adotados para desqualificar os alimentos e a comida dos colonizados, bem como para a recusa, por parte dos marinheiros, da ração que lhes era imposta. Por outro lado, na atualidade ocorre o mesmo pois, o modelo biomédico prevalecente destitui de valor classificações dadas aos alimentos pelos povos tradicionais, desconsiderando que algumas foram tidas como científicas até o início do século XIX. Por estes e outros motivos apresentados ao longo desse trabalho, concluímos que se faz necessário adotar um olhar crítico frente à história da nutrição. Olhar válido para todos os profissionais que trabalham com a alimentação e a nutrição de coletividades sejam aqueles voltados para o passado ou aqueles voltados para o momento atual
Resumo inglês:The reflection developed from three case studies - the food of the Portuguese seamen of the nineteenth century, the situation of food and nutritional security of a remaining quilombo community and food referred to black slaves in Brazil - seeks to show that the value (biological and cultural) attributed to food, is directly related to the notion of what is a healthy diet. With reference to the Portuguese Navy medical manuscripts, scientific books of that time and the narratives of travelers of the eighteenth and nineteenth centuries, we seek to demonstrate that current scientific knowledge associated with the feeding habit of the European elite were the explanatory models adopted to disqualify foods and the food of the colonized, as well as the refusal, by the seamen, of the feed imposed to them. Moreover, it also occurs today because the prevalent biomedical model dismisses the value of ratings given to foods by traditional peoples, ignoring that some were taken as scientific to the early nineteenth century. For these and other reasons presented throughout this work, we conclude that it is necessary to adopt a critical look to the history of nutrition. A look valid for all professionals who work with food and nutrition of collectivities for those facing the past or those facing the current moment