A odisséia de si: reconstrução do homem em Clarice Lispector

Clarice Lispector s works unveil a complex Weltanschauung, both in relation to the cosmos and man s condition. Her literature is a bold and introspective plunging into the mysteries of being. In her plots things are always in the making. Her narratives are erratic as though the characters were searc...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Fonseca, Ailton Siqueira de Sousa
Orientador/a: Carvalho, Edgard de Assis
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3810
Citação:Fonseca, Ailton Siqueira de Sousa. A odisséia de si: reconstrução do homem em Clarice Lispector. 2007. 242 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Resumo Português:A obra de Clarice Lispector abriga uma complexa cosmovisão de mundo e de homem. Sua literatura é um mergulho profundo e introspectivo nos mistérios da condição do ser. Em suas tramas as coisas estão sempre se fazendo. Suas narrativas são erráticas como se estivessem em busca da origem ou dos princípios das coisas. Nessa busca, a escritora se depara com a inominável e misteriosa beleza do ser, com a complexa condição humana que está para além dos rigores disciplinares e racionalizações. Esta tese é uma reflexão aberta ao outro, ao diálogo sobre a condição humana na obra de Clarice Lispector. Parte do romance A maçã no escuro porque é nele que, acreditamos, podemos melhor perceber o homem inaugurando a odisséia de si mesmo. Martim, o protagonista, é esse homem a partir do qual será possível passear pela obra da escritora e dialogar com outros personagens criados por ela. Martim é um personagem arquetípico. Esse romance é considerado, aqui, um romance-núcleo, no qual o sujeito vive o problema antropológico de se refazer pela raiz, de se tornar o que é. A tese, portanto, está organizada em torno das experiências de Martim, esse personagem cujas experiências se apresentam de forma contínua e descontínua
Resumo inglês:Clarice Lispector s works unveil a complex Weltanschauung, both in relation to the cosmos and man s condition. Her literature is a bold and introspective plunging into the mysteries of being. In her plots things are always in the making. Her narratives are erratic as though the characters were searching the origin or the starting point of things. In this search, Lispector is faced with the unaccountable and mysterious beauty of being, with the complex human condition, which is beyond rationalization and regulating norms. The present thesis is an open reflection, an invitation to a dialogue on the human condition in Clarice Lispector s works. It stems from the novel A Maçã no Escuro, where, we believe, it is possible to notice man start his very own odyssey. Martim, the protagonist, is the man through whom it will be possible to journey through Lispector s work as a whole and to build a dialogue with other characters engendered by her. Martim is an archetypical character. This novel is here considered as a core-novel, where the subject experiences the anthropological problem of remaking himself from his roots, of becoming what he is. Therefore, this thesis has been organized around Martim s experiences, presented both in a continuous and in a discontinuous way