A arte oral: Paiter Suruí de Rondônia

This dissertation presents the imbricated relation between music and narrative, speech and chant, voice and myth, that together, are part of the poetical art from the Paiter Suruí, a indigenous people from Rondônia (Amazonia). Part of the cultural heritage of Suruí people can be found at the Arampiã...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Pucci, Magda Dourado lattes
Orientador/a: Junqueira, Carmen Sylvia de Alvarenga
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4066
Citação:Pucci, Magda Dourado. A arte oral: Paiter Suruí de Rondônia. 2009. 364 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Resumo Português:A arte oral Paiter Suruí de Rondônia é constituída de narrativas míticas, cantigas de pajé e cantos rituais inspirados em movimentos sociais, formando um intricado corpo sonoro-antropológico que hoje compreende o Acervo Suruí, gravado pela antropóloga Betty Mindlin desde a década de 1980. As múltiplas formas de oralidade dos Suruí têm uma musicalidade característica da língua Tupi-Mondé, rica em onomatopeias e ideofones, além de exclamações com função de verbo que imitam bichos da floresta e movimentos de seres do outro mundo. Com esses elementos, os Suruí recriam momentos da história mítica Paiter e revelam que nem todo mito é fábula, pois a realidade está sempre presente em metáforas e palavras arcaicas. A voz é o centro da expressão Suruí, e é ela que conduz o amplo espectro sonoro, que exige uma análise mais do que estritamente musical. Este trabalho discute a intrincada relação entre a música e a narrativa, entre a fala e o canto e entre a voz e o mito que, juntos, compõem a arte poética Paiter Suruí. Em função da riqueza da vocalidade Suruí, sua análise se apoia também em elementos da Sociolinguística, da Etnopoesia e de estudos da oralidade, além da Antropologia. da Etnomusicologia e da Teoria da Linguagem. A pesquisa trata ainda das formas de catalogação, organização e uso desse acervo sonoro na educação bilíngue Suruí, de cujo processo de transcrição e tradução os próprios índios têm participado ativa e efetivamente. Finalmente, cumpre notar que essa iniciativa é fundamental para a revitalização da própria cultura do povo Suruí, que vem sofrendo grandes mudanças desde a época do primeiro contato com os brancos
Resumo inglês:This dissertation presents the imbricated relation between music and narrative, speech and chant, voice and myth, that together, are part of the poetical art from the Paiter Suruí, a indigenous people from Rondônia (Amazonia). Part of the cultural heritage of Suruí people can be found at the Arampiã Archive that has recordings collected by the anthropologist Betty Mindlin, who has been working with the Paiter for more than 20 years. Those documents are like oral-books of histories from the Suruí life from the past and present. This dissertation focuses on the varied forms and vocal expressions of the Suruí in the realm of Anthropology, Ethnomusicology, Etnopoetics and Orality Studies. The musicality comes from the language Tupi-Mondé that is rich in onomatopoeias and ideophones, besides exclamations that have verbal functions that imitates animals of the forest. The Suruí people music shows us that myth is not only the fabulous stories, but also the reality. Both are presented though archaic words and metaphorical meanings revealing a complex situation in their way of life