O PT e a luta de classes no Brasil contemporâneo: o acúmulo petista de forças a favor da dominação burguesa

The objective of this thesis is to examine the transformations occurred in the interior of the Workers Party, from its emergence in 1980, to its victorious presidential campaign in 2002. Our task, however, treads through a different way from those who understand that the changes occurred in PT repre...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Gabriel, Luís Antonio Vital lattes
Orientador/a: Almeida, Lúcio Flávio Rodrigues de
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3328
Citação:Gabriel, Luís Antonio Vital. O PT e a luta de classes no Brasil contemporâneo: o acúmulo petista de forças a favor da dominação burguesa. 2011. 244 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Resumo Português:O objetivo desta tese é examinar as transformações que ocorreram no interior do Partido dos Trabalhadores desde sua emergência em 1980, até sua vitoriosa campanha presidencial em 2002. Nossa tarefa, no entanto, trilha um caminho diferente daqueles que entendem que as transformações ocorridas no PT representam um amadurecimento político. Em nossa visão este amadurecimento político representa outra coisa: adesão ao institucionalismo burguês. A abordagem teórica desta pesquisa está ancorada na tradição marxista crítica. Em uma formação social capitalista como a brasileira, o exame de um partido deve estar atento às complexas relações entre as classes sociais e as frações de classes, mais importante, como estas relações se expressam de formas complexas, e até dissimuladas na cena política. Portanto, nós trabalhamos com a concepção de que o próprio Partido dos Trabalhadores é alvo de disputa interna e externa pelas diferentes forças políticas que atuam na formação social brasileira. Dentre as fontes empíricas, destacamos os documentos oficiais do Partido, especialmente as Resoluções dos Encontros, Congressos e Programas de Governo. Resumindo, tentamos explicar que o Partido dos Trabalhadores transformou-se em um partido que contribui para a dominação burguesa no Brasil
Resumo inglês:The objective of this thesis is to examine the transformations occurred in the interior of the Workers Party, from its emergence in 1980, to its victorious presidential campaign in 2002. Our task, however, treads through a different way from those who understand that the changes occurred in PT represent a political maturity. In our view, this political maturity represents something else: adherence to bourgeois institutionalism. The theoretical approach of this research is anchored in the Marxist critical tradition. In a capitalist social formation as the Brazilian, the exam of a party should be aware to the complex relationships between social classes and class fractions, and more important, how these relationships are expressed in complex ways, and even covert, in the political scene. Therefore we are working with the assumption that the Workers Party itself is target of an internal and external dispute by the different political forces that acts in the Brazilian social formation. Among the empirical sources we highlight the Party s official documents, especially the resolutions of Meetings, Congresses and Governmental Programs. In short, we try to explain that the Workers Party has transformed itself in a party that contributes to the bourgeois domination in Brazil