O papel da competência política no processo de autogestão de carreira

The goal of this research was to investigate the role of political competence in the career self-management process using mixed methods for data analysis. The results confirm that the literature on career self-management, especially that produced in Brazil, is still more concentrated in traditional...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2020
Main Author: Pita, Iraide Ancelmo Bonfim lattes
Orientador/a: Trevisan, Leonardo Nelmi
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Department: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/23091
Citação:Pita, Iraide Ancelmo Bonfim. O papel da competência política no processo de autogestão de carreira. 2020. 145 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.
Resumo Português:O objetivo desta pesquisa foi investigar o papel da competência política no processo de autogestão de carreira usando métodos mistos para análise dos dados. Os resultados confirmam que a literatura sobre autogestão de carreira, sobretudo aquela produzida no Brasil, ainda está mais concentrada em modelos tradicionais, abrindo oportunidades para novas publicações científicas, mais focadas em modelos descentralizados de gestão e que ofereçam respostas para carreiras contemporâneas, desenvolvidas em ambientes voláteis, incertos, complexos e ambíguos. Dentre as implicações práticas, os insights obtidos favorecem uma abordagem multidisciplinar da carreira, contribuindo para uma maior compreensão do ambiente de trabalho, independentemente do tipo de vínculo que se tenha com as organizações. Embora aborde a carreira do ponto de vista da autogestão, os achados de pesquisa contribuem para favorecer as relações de interdependência entre os diferentes atores sociais envolvidos no trabalho, através do exercício da competência política como forma de transformar situações potencialmente negativas em positivas. A originalidade desta pesquisa está relacionada à proposta de um novo modelo de autogestão de carreira que contempla a competência política na atuação de profissionais, com e sem cargo de gestão, além de incluir os profissionais sem cargo de gestão no debate sobre a arena política organizacional. Esta pesquisa contribui e fornece novos conhecimentos para a literatura especializada e para profissionais interessados em intervenções de carreira
Resumo inglês:The goal of this research was to investigate the role of political competence in the career self-management process using mixed methods for data analysis. The results confirm that the literature on career self-management, especially that produced in Brazil, is still more concentrated in traditional models, opening opportunities for new scientific publications, more focused on decentralized management models and offering answers for contemporary careers, developed in volatile, uncertain, complex and ambiguous environments. Among the practical implications, the insights obtained favor a multidisciplinary approach to the career, contributing to a greater understanding of the work environment, regardless of the type of relationship with the organizations. Although it approaches the career from the point of view of self-management, the research findings contribute to favor the interdependence relationships between the different social actors involved in the work, through the exercise of political competence as a way of transforming potentially negative situations into positive ones. The originality of this research is related to the proposal of a new model of career self-management that includes political competence in the professionals performance, with and without a management position, in addition to including professionals without a management position in the debate on the organizational political arena. This research contributes and provides new knowledge for the specialized literature and for professionals interested in career interventions