Fotografia: a arte da integração

This essay intends to reveal the potential of photography to establish a relation of respect among different cultures, such as between white and indigenous peoples, at the same time, it has the inherent ability to restore the collective memory and to transmit it from a group to another, from the pas...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Barbosa, Marina Vasconcelos lattes
Orientador/a: Junqueira, Carmen Sylvia de Alvarenga
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4120
Citação:Barbosa, Marina Vasconcelos. Fotografia: a arte da integração. 2009. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Resumo Português:Nesse trabalho, pretende-se revelar o potencial que a fotografia tem de estabelecer uma relação de respeito entre culturas diferentes, tais como brancos e índios, ao mesmo tempo em que possui a capacidade inerente de armazenar e transmitir a memória coletiva de um grupo ao outro, do passado ao presente, preservando o conhecimento e a identidade do grupo retratado. Como instrumento central de pesquisa antropológica, a fotografia permite a reflexão sobre valores e atitudes importantes, com base na compreensão dos sentimentos, necessários para requalificar as ações e as relações do homem no presente. Para a verificação disso, reconstituiu-se o percurso realizado por Claudia Andujar, por meio de suas imagens, sobre os 40 anos de experiência de convívio com os Yanomami, com o intuito de compreender a memória coletiva e identidade desse grupo a partir de suas memórias
Resumo inglês:This essay intends to reveal the potential of photography to establish a relation of respect among different cultures, such as between white and indigenous peoples, at the same time, it has the inherent ability to restore the collective memory and to transmit it from a group to another, from the past to the present, keeping the knowledge and identity of the documented group alive. As a major source of anthropological research, the photography allows the reflection of important values and attitudes, through the comprehension of feelings, which are necessary to re-qualify human actions and relations in the present time. To verify this, it has been reconstituted the trajectory of Claudia Andujar, by investigating her images, which registered 40 years of experiences with the Yanomami community, aimed at understanding their collective memory and identity through her memories