Entre o liso e o estriado: skatistas na metrópole

This theisis analyzes the ways in wich the skaters take ownerships of urban space through motion-generating forms of ownership and property in urban spaces. For this, the research drew on an ethnographic work with the population of skateboarders in order to follow the route of these subjects using a...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Olic, Mauricio Bacic lattes
Orientador/a: Passetti, Dorothea Voegeli lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4188
Citação:Olic, Mauricio Bacic. Entre o liso e o estriado: skatistas na metrópole. 2010. 172 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Resumo Português:Esta Dissertação tem como objetivo analisar os modos pelos quais os skatistas se apropriam do espaço urbano por meio de movimentos geradores de formas de apropriação e de propriedade sobre o espaça urbano. Para isso, a pesquisa valeu-se de um trabalho de cunho etnográfico junto ao universo de skatistas com o objetivo de acompanhar o itinerário destes sujeitos através de uma dinâmica tridimensional pela metrópole: o corpo, a pista e a cidade. Neste trabalho, portanto, buscou-se seguir a experiência dos skatistas em fazer cidade, entre o liso e o estriado, desde o modo como lidam com seu corpo, passando por formas mais densas de agrupamentos em espaços pré-determinados para sua prática, até em suas dimensões mais amplas de espraiamento por diferentes pistas, praças e ruas da região metropolitana de São Paulo
Resumo inglês:This theisis analyzes the ways in wich the skaters take ownerships of urban space through motion-generating forms of ownership and property in urban spaces. For this, the research drew on an ethnographic work with the population of skateboarders in order to follow the route of these subjects using a dynamic three-dimensional by metropolis: the body, the skatepark and de city. In this study, therefore, sought to follow the experience of the skaters do in the city, between the smooth and striated from the way they deal with your body to forms more dense clusters in areas predetermined for this practice, even in broader dimensions of sprawl in different lanes, squares ande streets of the metropolitan region of São Paulo