Performatividade e cinema contemporâneo: procedimentos nas extremidades em Gabriel Mascaro

This dissertation seeks to produce a reflection on the performativity of the subjects and the image, through the study of contemporary Brazilian cinema. The corpus of the research is the film Avenida Brasília Formosa, by the director and visual artist Gabriel Mascaro (Recife, PE, 1983). It also addr...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2020
Main Author: Silva, Katrin Riato lattes
Orientador/a: Mello, Christine Pires Nelson de
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Department: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/23256
Citação:Silva, Katrin Riato. Performatividade e cinema contemporâneo: procedimentos nas extremidades em Gabriel Mascaro. 2020. 120 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Semiótica) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.
Resumo Português:Esta dissertação busca produzir uma reflexão sobre a performatividade dos sujeitos e da imagem, por meio do estudo do cinema brasileiro contemporâneo. O corpus da pesquisa é o filme Avenida Brasília Formosa, do diretor e artista visual Gabriel Mascaro (Recife, PE, 1983). Para isso, articula uma análise a partir do cinema em Pernambuco e dos atravessamentos de novas configurações de produção a partir do fenômeno da brodagem e da produção em rede. Também aborda a performatividade dos sujeitos diante das câmeras através do conceito de persona performática, a convocação do corpo e afetividades no audiovisual, a biopolítica do cotidiano e a produção pós-colonialista como ruptura de narrativa única no cinema. Diante disso, esta pesquisa busca compreender em que medida os processos estéticos do filme estudado posicionam o cinema hoje; os tensionamentos do cinema com outras linguagens nessa obra; e quais procedimentos do filme sinalizam uma constituição do sujeito contemporâneo e suas performatividades. A estrutura teórica tem um caráter interdisciplinar, já que se trata de uma leitura que se localiza nos tensionamentos do cinema com outras linguagens e com fenômenos que desestabilizam a forma cinema, como a presença da linguagem da videoperformance, hibridizações entre imagem amadora e profissional e o modo colaborativo de produção caracterizado pelo fenômeno da brodagem. Em um primeiro momento, busca-se compreender a política audiovisual em Recife e as redes colaborativas a partir de Amanda Custódio Nogueira; as relações micropolíticas e o cotidiano a partir de Michel de Certeau e Tarcisio Torres Silva; o contexto do cinema pós-industrial e do capitalismo imaterial e cognitivo nas análises de Cezar Migliorin, Jean-Louis Comolli, Maurizio Lazzarato, Ilana Feldman e Vladimir Safatle; e o posicionamento pós-colonialista no plano simbólico a partir de Moacir dos Anjos, Suely Rolnik e o movimento manguebeat. Em um segundo momento, aborda os diversos atravessamentos e hibridizações da obra através dos vetores de desconstrução, contaminação e compartilhamento da abordagem das extremidades de Christine Mello, em que se compreende uma subversão do regime de imersão na sala de cinema, hibridizações do cinema com a performance, videoperformance, reality show, rede e linguagem gráfica do videogame e a dissolução da hierarquia nos processos de produção no cinema; e a constituição da presença por meio do conceito de tempo real de Arlindo Machado. Por fim, há a aproximação entre performance e cinema, analisando a construção da persona performática através de Ana Goldenstein Carvalhaes e Renato Cohen; as leituras da performance como centro da produção audiovisual a partir de André Brasil; a ideia de fabulação de Gilles Deleuze; e uma trajetória da performance no cinema
Resumo inglês:This dissertation seeks to produce a reflection on the performativity of the subjects and the image, through the study of contemporary Brazilian cinema. The corpus of the research is the film Avenida Brasília Formosa, by the director and visual artist Gabriel Mascaro (Recife, PE, 1983). It also addresses the performativity of the subjects before the cameras through the concept of performative persona, the convocation of the body and affections in the audiovisual, the biopolitics of everyday life and the post-colonialist production as a rupture of a unique narrative in cinema. the tensions of cinema with other languages in this work; and which procedures of the film signal a constitution of the contemporary subject and its performances. The theoretical structure has an interdisciplinary character, since it is a reading that is located in the tensions of cinema with other languages and with phenomena that destabilize the cinema form, such as the presence o f the language of video performance, hybridizations between amateur and professional image and the collaborative mode of production characterized by the phenomenon of budding. At first, we seek to understand audiovisual policy in Recife and collaborative networks from Amanda Custódio Nogueira; micropolitical relations and daily life from Michel de Certeau and Tarcisio Torres Silva; the context of post-industrial cinema and immaterial and cognitive capitalism in the analyses of Cezar Migliorin, Jean-Louis Comolli, Maurizio Lazzarato, Ilana Feldman and Vladimir Safatle; and the post-colonialist positioning on the symbolic plane from Moacir dos Anjos, Suely Rolnik and the manguebeat movement. In a second moment, it approaches the various crossings and hybridizations of the work through the vectors of deconstruction, contamination and sharing of Christine Mello's approach to the ends, which comprises a subversion of the immersion regime in the cinema room, hybridizations of cinema with performance, video performance, reality show, network and graphic language of the video game and the dissolution of the hierarchy in the production processes in the cinema; and the constitution of the presence through the real-time concept of Arlindo Machado. Finally, there is the approximation between performance and cinema, analyzing the construction of the performative persona through Ana Goldenstein Carvalhaes and Renato Cohen; readings of performance as a center of audiovisual production from André Brasil; the idea of fabulation of Gilles Deleuze; and a trajectory of film performance