Bonecas Karajá: modelando inovações, transmitindo tradições

From the collections of stored ceramic dolls in museum, in this work are analysed the connections between art and society. The systematics of classification and organization of collections in ethnographic museums is reducing that category of figurative art to a toy of girl , while for the Anthropolo...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Campos, Sandra Maria Christiani de La Torre Lacerda lattes
Orientador/a: Passetti, Dorothea Voegeli lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Art
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3835
Citação:Campos, Sandra Maria Christiani de La Torre Lacerda. Bonecas Karajá: modelando inovações, transmitindo tradições. 2007. 154 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Resumo Português:Este trabalho analisa as conexões entre arte e sociedade a partir de coleções de bonecas cerâmicas armazenadas em museu. A sistemática de classificação e organização de coleções em museus etnográficos vem reduzindo essa categoria da arte figurativa a brinquedo de menina , ao passo que para a antropologia, o objeto assume o papel de testemunho de práticas sociais vinculadas a cultura de origem.O exame das coleções de bonecas Karajá do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, o diálogo com a sociedade produtora em que o objeto circula entre várias esferas da vida cultural, e a incorporação de bases conceituais da antropologia, tem como foco as referências simbólicas das divisões sociais e a transmissão de saberes e fazeres acerca da relação entre arte e vida social. Analiso a pintura corporal e os padrões ornamentais das figuras Karajá, na condição de manifestações estéticas que se caracterizam como insígnias de identificação tribal e uma forma peculiar dessa sociedade explicitar seu universo cosmológico. A circulação interna das bonecas, diferente do que ocorre nas coleções de museus, se dá em forma de conjuntos que são presenteados às meninas. Cada conjunto chamado de família representa as fases de idade, identificadas pelos atributos ornamentais e pelas características físicas expressas no corpo correspondentes a cada uma delas. Essa forma de circulação submetida a uma série de regras tradicionais internas vem corroborando a hipótese de que os objetos superam a categoria brinquedo, levando à compreensão da estrutura familiar Karajá e da dinâmica de mudanças ou permanências de várias esferas da vida social
Resumo inglês:From the collections of stored ceramic dolls in museum, in this work are analysed the connections between art and society. The systematics of classification and organization of collections in ethnographic museums is reducing that category of figurative art to a toy of girl , while for the Anthropology, the object assumes the role of a proof of social practices as a product of its origin culture. The examination of Karajá dolls collections at the Museum of Archaeology and Ethnology of São Paulo University, the dialogue with the producing society where the object circulates among several spheres of the cultural life, and the incorporation of conceptual bases of an anthropology of objects, has as focus the symbolic references of the social divisions and the knowledges and making transmissions about the relation between art and social life. There is an analysis on the corporeal painting and the ornamental standards of the figures, believing that the aesthetic manifestations are characterized as insignia of tribal identification and a peculiar way of that society to make explicit its cosmological universe. The internal circulation of the dolls, differently of what occurs in the museums collections, happens in a manner of sets which are offered to the girls. Each set named of family represents the age phases, identified by ornamental attributes corresponding to each one of them. That way of circulation, subordinated to a series of internal traditional rules comes corroborating the hypothesis of that the objects surpass the toy category, leading to the understanding of Karajá familiar structure and of the dynamics of changes or permanencies of several spheres of the social life