A campanha Diretas Já e a transição brasileira da ditadura militar para a democracia burguesa

This thesis aims to analyze the campaign Diretas Já linking it to the Brazilian transition from military dictatorship to bourgeois democracy. We start from a Marxist definition of theState capitalist,the form of and political regime State, for from this theoretical concept to analyze the campaign Di...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Nery, Vanderlei Elias lattes
Orientador/a: Almeida, Lúcio Flávio Rodrigues de
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3421
Citação:Nery, Vanderlei Elias. A campanha Diretas Já e a transição brasileira da ditadura militar para a democracia burguesa. 2012. 193 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Resumo Português:A presente tese visa analisar a campanha Diretas Já, relacionando-a com a transição brasileira da ditadura militar para a democracia burguesa. Parte de uma definição marxista do Estado capitalista, da forma de Estado e de regime político, para, com fundamentação nessa concepção teórica, analisar a campanha Diretas Já. Seu objetivo é reconstruir a trajetória da campanha bem como a atuação das classes sociais e dos partidos políticos, buscando demonstrar como a oposição burguesa, ao dirigir a campanha, impôs uma forma de organização, canalizando todo o processo de luta para o Congresso Nacional com um único objetivo, a aprovação da emenda Dante de Oliveira. Pretende-se demonstrar, neste trabalho, como a forma de organização da campanha Diretas Já, imposta pela oposição burguesa e aceita pelos partidos de esquerda e pelas centrais sindicais, impediu que o movimento operário e popular pudesse utilizar formas de luta que confrontassem o capital e o trabalho. Partindo de uma concepção marxista de democracia e cidadania, esta tese busca demonstrar os limites das análises institucionalistas, as quais afirmam que a campanha Diretas Já foi o renascer da sociedade civil e da cidadania, consubstanciando uma ampliação dos direitos políticos e sociais
Resumo inglês:This thesis aims to analyze the campaign Diretas Já linking it to the Brazilian transition from military dictatorship to bourgeois democracy. We start from a Marxist definition of theState capitalist,the form of and political regime State, for from this theoretical concept to analyze the campaign Diretas Já. It is our goal to reconstruct the trajectory of the campaign, as well as the role of social classes and political parties to demonstrate how the bourgeois opposition leads the campaign, imposed a form of organization, filter the whole process of struggle for the Congress, with as single focus, the approval of the Dante de Oliveira amendment. We intend to demonstrate how the form of campaign organization Diretas Já imposed by the bourgeois opposition and accepted by the left parties and unions, prevented the labor movement and could use popular forms of struggle that confront capital and labor. From a Marxist conception of democracy and citizenship, we demonstrate the limits of institutionalist analysis, which state that the Diretas Já has been the rebirth of civil society and citizenship, consolidating an expansion of political and social rights