Gestão de marcas para a sustentabilidade

The goal set for this thesis is to propose a model of brand management to guide consumer choice to more sustainable options. For this objective to be met, initially, the theory delves into concepts with respect to marketing from the perspective of sustainability, which involves environmental respons...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Belloque, Maria Carolina Mirabella lattes
Orientador/a: Serralvo, Francisco Antonio
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Department: Administração
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1153
Citação:Belloque, Maria Carolina Mirabella. Gestão de marcas para a sustentabilidade. 2016. 124 f. Tese (Doutorado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Resumo Português:O objetivo colocado para essa tese é o de propor um modelo de gestão de marcas que oriente as escolhas dos consumidores para opções mais sustentáveis. Para que esse objetivo seja atendido, incialmente, a teoria aprofunda-se em conceitos com relação ao marketing sob a perspectiva da sustentabilidade, o que envolve responsabilidade socioambiental, marketing social, marketing verde e o greenwashing. Conceitos referentes ao comportamento do consumidor, que envolvem conhecimento, intenção de compra, atitude e consumo responsável. A teoria sobre gestão de marcas e imagem da marca. E, finalmente, o conceito de preço. Após revisão dos temas colocados acima, o trabalho segue na proposta de constituir um modelo de gestão de marcas para a sustentabilidade. O modelo considera que os consumidores possuem diferentes graus de consciência a respeito da sustentabilidade dos produtos e serviços e que ao mesmo tempo, os produtos e serviços também podem ser considerados em diferentes graus de sustentabilidade. Dessa forma a estratégia das marcas deve ser de comunicar os seus aspectos de sustentabilidade com o objetivo de atingir o consumidor que está no mesmo nível. Espera-se que a partir da dinâmica estabelecida pelo modelo, na qual cada vez mais informações são veiculadas sobre os aspectos de sustentabilidade de produtos e serviços, os consumidores passem a ser mais conscientes ou, pelo menos, mais informados. O produto escolhido na aplicação do teste foi o leite. As variáveis independentes foram a imagem da marca e o preço. A variável dependente foi a intenção de compra do participante. Foram submetidos ao quasi-experimento 402 consumidores de leite. O teste, de uma forma geral, questionava os participantes sobre qual marca comprariam, oferecia informações positivas e negativas a respeito da sustentabilidade dos tipos de leite em questão e voltava a questionar sobre qual marca o participante compraria com o objetivo de verificar se a escolha mudava. Isso se repetiu três vezes para que fossem comparados todos os níveis subsequentes do modelo. A análise dos dados consiste na verificação da variação entre as observações realizadas, através de um teste de diferença entre as médias. Os resultados são analisados por marca e, de uma forma geral, mostram que as marcas menos sustentáveis caíram na preferência dos participantes depois que eles receberam as informações sobre os aspectos de sustentabilidade daquele tipo de produto, mas que voltaram a ganhar preferência quando eles foram informados sobre o preço desses produtos. Apesar das marcas menos sustentáveis terem ganhado preferência após a apresentação dos preços, elas não voltaram ao mesmo nível de preferência que tinham antes da exposição das informações sobre sustentabilidade dos tipos do produto. Essa condição geral, não se comprovou estatisticamente para a marca Parmalat após a apresentação dos preços e para as marcas Fazenda Bela Vista e Timbaúba e após a verificação das informações de sustentabilidade e o preço. No total, cinco, das dezoito hipóteses colocadas para o teste, não foram comprovadas pelos cálculos estatísticos. Dessa forma, pode-se afirmar que o modelo proposto é coerente e relevante, o que significa que o objetivo colocado para esta pesquisa foi atingido
Resumo inglês:The goal set for this thesis is to propose a model of brand management to guide consumer choice to more sustainable options. For this objective to be met, initially, the theory delves into concepts with respect to marketing from the perspective of sustainability, which involves environmental responsibility, social marketing, green marketing and greenwashing. Concepts relating to consumer behavior, involving, knowledge, purchase intention, attitudes and responsible consumption. The theory of brand management and brand image. Finally, the concept of price. After reviewing the issues posed above, the work follows the proposal to constitute a brand management model for sustainability. The model assumes that consumers have varying degrees of awareness of the sustainability of products and services and at the same time, products and services may also be considered in varying degrees of sustainability. Thus the strategy of brands should be to communicate your sustainability aspects in order to reach the consumer who is at the same level. It is expected that from the momentum established by the model, in which more and more information is conveyed about the sustainability aspects of products and services, consumers start to be more aware or at least more informed. The product chosen in the application of the test is milk. The independent variables were the image of the brand and the price. The dependent variable was the participant's intention of purchase. There were 402 consumers of milk subjected to the quasi-experiment. The test, in general, questioned the participants about which brand would buy, offered positive and negative information about the sustainability of the types of milk concerned and returned to question about which brand the participant would buy in order to verify that the choice changed. This was repeated three times to compare all subsequent levels of the model. Data analysis consists in verifying the variation of the observations through a test of difference between means. The results are analyzed by brand and, in general, shows that less sustainable brands fell on the preference of the participants after they received information about the sustainability aspects of that type of product, but regained preferably when they were told on the price of these products. Despite the less sustainable brands have gained preference after the presentation of prices, they have not returned to the same level of preference they had prior to treatment of information on sustainability of the product types. This general condition, has not been shown statistically to the Parmalat brand after the presentation of the prices and to Fazenda Bela Vista and Timbaúba brands after verification of sustainability information and price. In total, five of the eighteen hipotesys put to the test, have not been proven by statistical calculations. Thus, it can be said that the proposed model is consistent and relevant, which means that the goal set for this research was reached