Princípio feminino gestador: uma nova abordagem na gestão

In this doctoral dissertation, it is defended the importance of recognizing the female principle as mother-principle , as origin, developing a new consciousness, grounded on the book Visão gestadora: a visão em teia (2008), written by Ramy Arany. I adopt, then, in this research work, as reference, t...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Motta, Fátima Therezinha
Orientador/a: Rangel, Lucia Helena Vitali
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucsp.br/handle/handle/2918
Citação:Motta, Fátima Therezinha. Progeny female principle: a new approach on management. 2009. 237 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Resumo Português:Defende-se, nesta tese, a importância de reconhecer o princípio feminino como princípio-mãe , como origem, desenvolvendo uma nova consciência, fundamentada na Visão gestadora: a visão em teia (2008), de Ramy Arany. Adoto, então, neste trabalho, como eixo norteador, a tese de que o princípio feminino gestador é a origem capaz de proporcionar um novo modelo para administrar, gerir, estar à frente de empresas e/ou organizações de diferentes portes e setores. Não se trata, entretanto, de se propor uma substituição de um modelo masculino por outro condicionado ao princípio feminino, nem de unir o princípio masculino ao feminino. Em função de atuar há cerca de vinte e cinco anos com capacitação de gestores, algumas questões - em relação à forma de gestão e sua consequência sobre as pessoas - me inquietaram com frequência. Por outro lado, ao mesmo tempo em que minha vida profissional seguia, questionamentos pessoais surgiam sobre a maneira como me relacionava com as pessoas e a forma como estabelecia ou não vínculos duradouros e permanentes. Percebi uma dualidade entre minha vida pessoal e profissional, o que me estimulou a procurar um caminho que me levasse a uma consciência mais lúcida sobre mim mesma, entendido como algo mais sagrado e essencial. Após várias tentativas, cheguei ao Instituto KVT, fundado por Ramy Arany e Ramy Shanaytá, que desde 1995 trabalham no desenvolvimento da consciência com base na observação das leis naturais. Nesse Instituto são realizadas pesquisas e vivências profundas sobre a evolução da consciência do ser em seus estágios evolutivos. Pude, então, tomar ciência do feminino ao desenvolver a consciência gestadora, o que certamente alterou meus valores, crenças e comportamentos e passei a observar a aplicabilidade de tudo que aprendi para meus questionamentos relacionados à gestão. Assim, além da seleção de livros, artigos e periódicos, o desenvolvimento desta tese de doutorado se fez também a partir de um conjunto de entrevistas com a própria Ramy Arany e de uma pesquisa de campo com gestores de empresas, de diferentes setores e portes, que me conduziram ao efetivo reconhecimento do princípio feminino gestador como uma nova forma de gestão que pode em muito ajudar os gestores que queiram desenvolver relações harmônicas em organizações sustentáveis
Resumo inglês:In this doctoral dissertation, it is defended the importance of recognizing the female principle as mother-principle , as origin, developing a new consciousness, grounded on the book Visão gestadora: a visão em teia (2008), written by Ramy Arany. I adopt, then, in this research work, as reference, the thesis that a progeny female principle is the origin capable of enabling a new model to administer, generate, being forward of companies and/or organizations of different sizes and sectors. However, it is not intended here to propose a replacement of a male model by another one conditioned to the female principle, nor rendering both principles (male and female) as one. Because of my 25 years of work in managerial capability programs, some inquiries related to the kind of management and its consequence on people have disturbed me quite often. On the other hand, at the same time my professional life went on, personal inquiries arose in me on the way I related to people and the way I let myself go on long and permanent bounds. I realized a duality between my personal life and professional one, what stimulated me to look for a path that led me to a clearer consciousness in myself, understood as something more sacred and essential. After several efforts, I came across Instituto KVT, founded by Ramy Arany and Ramy Shanaytá, who since 1995 have worked in the development of consciousness grounded in observation of natural laws. In this institute, research and intense living actions are carried out on evolution on consciousness of being and his/her evolutive stages. Therefore, I was able to take knowledge from female in developing the progeny consciousness, what certainly altered my values, beliefs, behaviors and I started to observe the applicability of all what I have learned there to my questionings regarding management. Thus, along with books, articles and essays selection, the development of this doctoral dissertation has been carried out on a set of interviews with Ramy Arany and a survey with enterprises managers, differing in their performance in sectors of activities and sizes, what led me to an effective recognition of progeny female principle as a new kind of management that might assist managers interested in developing harmonic relations in sustainable organizations