O Jorubo e o Meriri Ikureu Oiagodu Rogu: encontro intercultural e poder entre os Bororo da Aldeia Meruri

The present research refers to a historical, anthropological, religious and political-social study on the exercise of the traditional power structures of the Bororo People, their great changes throughout history, how it organizes itself today and its approximation with the indigenous movement in the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Oliveira, Eloir Inácio de lattes
Orientador/a: Rangel, Lucia Helena Vitali
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Faculdade de Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19709
Citação:Oliveira, Eloir Inácio de. O Jorubo e o Meriri Ikureu Oiagodu Rogu: encontro intercultural e poder entre os Bororo da Aldeia Meruri. 2016.296 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Resumo Português:A presente pesquisa refere-se a um estudo histórico, antropológico, religioso e político-social sobre o exercício das estruturas de poder tradicionais do Povo Bororo, suas grandes mudanças ao longo da história, como ele se organiza hoje e sua aproximação com o movimento indígena atual, no contexto das lutas dos movimentos populares brasileiros. Foi selecionada a Aldeia Meruri, localizada no município de General Carneiro (MT) como espaço do estudo. A longa convivência de 114 anos entre Bororo e missionários salesianos provocou mudanças singulares no exercício do poder indígena. Mas estas não se deram numa relação de autoritarismo ou opressão. Mesmo com os efeitos da mentalidade positivista dos primeiros tempos foram estabelecidas adaptações e ressignificações, culminando com uma aliança única que chegou ao símbolo do sangue derramado. A comparação do poder na aldeia tradicional com o da atual mostra que as figuras de poder mudaram, mas a fonte principal da autoridade continua a mesma: a própria sociedade em seu conjunto
Resumo inglês:The present research refers to a historical, anthropological, religious and political-social study on the exercise of the traditional power structures of the Bororo People, their great changes throughout history, how it organizes itself today and its approximation with the indigenous movement in the context of the struggles of Brazilian popular movements. The Meruri Village, located in the municipality of General Carneiro (MT), was selected as the study space. The long 114-year coexistence between Bororo and Salesian missionaries brought about unique changes in the exercise of indigenous power. But these were not in a relationship of authoritarianism or oppression. Even with the effects of the positivist mentality of the earliest times, adaptations and resignifications were established, culminating in a unique alliance that reached the symbol of the shed blood. The comparison of power in the traditional village with that of the present one shows that the figures of power have changed, but the main source of authority remains the same: society itself as a whole