Representações sociais da tuberculose: um estudo sócio-antropológico

This thesis proposes a reflection on the process of exclusion of patients with pulmonary tuberculosis in a region of Itaquera BHU (Basic Health Unit), in São Paulo. We assumed that the disease and its cure constitute a complex phenomenon biological, psychological, sociological and cultural dimension...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Souza, Roberto Martins de lattes
Orientador/a: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucsp.br/handle/handle/2789
Citação:Souza, Roberto Martins de. Representações sociais da tuberculose: um estudo sócio-antropológico. 2008. 150 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Resumo Português:Esta Tese propõe uma reflexão sobre o processo de exclusão social de pacientes com tuberculose pulmonar em uma UBS da região de Itaquera, no município de São Paulo. Partimos do pressuposto de que doença e cura se constituem num fenômeno complexo envolvendo dimensões biológicas, psicológicas, sociológicas e culturais. Entendemos que a adesão ao tratamento e os próprios processos de cura vão muito alem da eficácia medicamentosa ou de mudanças eventuais das condições de vida; envolvem aquele conjunto de dimensões. Assim, as situações de isolamento e de exclusão social são extremamente adversas gerando stress, medo, vergonha e criando obstáculos reais seja à remissão da doença, seja à retomada da vida na sua condição anterior ao adoecimento. Diante deste quadro que podemos entender como constituindo um fato social total (M.Mauss), a abordagem antropológica poderá ser reveladora. Por outras palavras, com tal suporte teórico acreditamos ter condições melhores de resgatar o quadro de saúde/doença na sua complexidade. Este trabalho foi desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica, levantamento de dados, entrevistas e observação; o trabalho de campo foi desenvolvido numa perspectiva qualitativa privilegiando a perspectiva dos principais envolvidos, isto é, buscando as representações dos próprios pacientes, sobre o binômio saúde e doença, a tuberculose e suas repercussões nas diversas esferas da sua vida e sua percepção da exclusão
Resumo inglês:This thesis proposes a reflection on the process of exclusion of patients with pulmonary tuberculosis in a region of Itaquera BHU (Basic Health Unit), in São Paulo. We assumed that the disease and its cure constitute a complex phenomenon biological, psychological, sociological and cultural dimensions. We believe that adherence to treatment and the healing process itself go much beyond the effectiveness of drug or any change in living conditions, and so involving that set of dimensions. Thus, the situations of isolation and social exclusion are extremely adverse, can cause stress, fear, shame and can also create real obstacles as for the remission of the disease as for the resumption of life in its condition prior to the illness. In light of situation we can understand it as a total social fact (M. Mauss), the anthropological approach might be revealing. In other words, with such theoretical support we believe to have batter conditions to rescue the state of health / disease in its complexity. This work has been developed from literature, survey data, interviews and observation, the work field has been developed in a qualitative perspective preferring the prospect of the main involved, that is, seeking representations of the patients themselves, on the binomial health and disease, tuberculosis and its repercussions in the various delays of their life and their perception of exclusion. The professionals of the BHU (Basic Health Unit) were equally interviewed also seek their representations about the exclusion