As estrambóticas aventuras de Cornélio Pires e a cultura caipira no cenário hegemônico da cultura brasileira

This research refers to the artistic and cultural production of Cornelius Pires (1884-1958) and the historical context of the country from the effects of colonization in the socio-economic and cultural, the presence of different ethnic groups and their inter-relations that have contributed to the fo...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2012
Main Author: Andrade, Arlete Fonseca de lattes
Orientador/a: Junqueira, Carmen Sylvia de Alvarenga
Format: Tese
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3425
Citação:Andrade, Arlete Fonseca de. As estrambóticas aventuras de Cornélio Pires e a cultura caipira no cenário hegemônico da cultura brasileira. 2012. 175 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Resumo Português:A presente pesquisa refere-se à produção artística e cultural de Cornélio Pires (1884-1958) e ao contexto histórico do país a partir dos efeitos da colonização no campo socioeconômico e cultural, da presença de diferentes etnias e suas inter-relações que contribuíram para a formação da cultura regional paulista, a caipira. Essa contextualização é relevante em função dos estigmas atribuídos ao caipira em vista da pobreza de São Paulo e seus habitantes até fins do século XIX, comparado a outras localidades nacionais e o reverso dessas concepções distorcidas com a retomada da cultura popular por parte de intelectuais e artistas por meio de movimentos como o Regionalismo e o Modernismo, na busca de uma possível identidade nacional. As justificativas dessas questões referem-se à tensão histórica que existe entre cultura popular e cultura erudita e na mediação dessas duas concepções, a contribuição do riso, do humor como forma de suavizar a comunicação e inserção do popular no espaço hegemônico da sociedade. Assim fez Cornélio Pires, com seu estilo voltado para a temática rural acrescido do humor em sua produção, adentrando espaços hegemônicos e possibilitando a comunicação entre os antagonismos presentes em nossa sociedade como: rural e urbano, tradição e modernidade, popular e erudito
Resumo inglês:This research refers to the artistic and cultural production of Cornelius Pires (1884-1958) and the historical context of the country from the effects of colonization in the socio-economic and cultural, the presence of different ethnic groups and their inter-relations that have contributed to the formation of the regional culture paulista, the rustic. This background is relevant in the light of the stigmas attached to the rustics in view of "poverty" of São Paulo and its inhabitants by the end of the nineteenth century compared to other national locations and the downside of these distorted views with the resumption of popular culture on the part of intellectuals and artists by means of movements such as regionalism and the Modernism in search of a possible national identity. The justifications of these questions relate to historical tension that exists between popular culture and erudite culture and in the mediation of these two notions the contribution of laughter, humor as a way to smoothen the communication and insertion of the popular space in hegemonic society. Thus did Cornelius Pires, with his style facing the rural theme plus the humor in its production and penetrated hegemonic spaces allowing communication between the antagonisms present in our society such as: rural and urban, tradition and modernity, popular and erudite