Jovens egressos de projetos sociais: experiências para entrada na vida adulta

This research sought to interpret the ways in which young graduates of Social Communication projects, in the area of audiovisual production, are entering adulthood, as social and political subjects. Data was produced through analysis of the projects with young people, Botando a Mão na Mídia BMM (Put...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Oliveira, Gianne Neves lattes
Orientador/a: Chaia, Miguel Wady
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Department: Ciências Sociais
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3475
Citação:Oliveira, Gianne Neves. Jovens egressos de projetos sociais: experiências para entrada na vida adulta. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Resumo Português:Esta pesquisa buscou interpretar as formas como jovens egressos de projetos sociais de comunicação, da área de produção audiovisual, estão ingressando na vida adulta, enquanto sujeitos sociais e políticos. Através da análise dos projetos com jovens, Botando a Mão na Mídia (BMM) e Essa TV é Nossa, desenvolvidos em escolas localizadas na Baixada Fluminense (RJ), no início dos anos 2000, sob a coordenação da ONG Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP), e do relato de vida de seis jovens egressos desses projetos, foram produzidos dados que podem contribuir para a reflexão sobre os limites e possibilidades da ação de ONGs junto aos jovens moradores de periferia, tanto no processo de formação e desenvolvimento juvenil quanto no processo de criação de políticas públicas voltadas para esse segmento. O tema da transição para a vida adulta perpassa este estudo, considerando que o projeto social pode ser suporte para o futuro, contribuindo para que os jovens enriqueçam seus repertórios e ampliem seu leque de escolhas a partir da confirmação ou criação de valores. Este estudo foi realizado na área das Ciências Sociais, no qual a narração juvenil é o eixo metodológico. Constatou-se que o trabalho de organizações não governamentais segue sendo realizado na tentativa de eliminar as desigualdades e instaurar cidadania. Tais iniciativas têm produzido resultados sociais que devem ser considerados, principalmente no âmbito do estímulo ao desenvolvimento da capacidade humana
Resumo inglês:This research sought to interpret the ways in which young graduates of Social Communication projects, in the area of audiovisual production, are entering adulthood, as social and political subjects. Data was produced through analysis of the projects with young people, Botando a Mão na Mídia BMM (Putting Your Hand in the Media) and Essa Tv é Nossa (This is Our Tv), developed in schools located in the outskirts of Rio de Janeiro, in the early 2000s, under the coordination of the non-governmental organization (NGO) Centro de Criação de Imagem Popular CECIP (Center for Creation of Popular Image) and the life story of six young graduates of these projects. This data can contribute to the debate about the limits and possibilities of NGOs´s iniciatives with the young residents of the outskirts, both in the process of education and youth development, as in the creation of public policies aimed at this segment. The theme of transition to adulthood permeates this study considering that the social project can serve as a support for the future, helping young people enrich their repertoire and expand their range of choices from the confirmation or creation of their value system. This study was conducted in the area of Social Sciences, where youth narration is the methodological axis. It was found that the work of NGOs is still done in an attempt to eliminate inequalities and to establish citizenship. Such initiatives have produced social outcomes that should be considered especially in encouraging the development of human capacity