A implanta??o do novo modelo de ensino religioso nas escolas p?blicas do Estado do Rio Grande do Sul : laicidade e pluralismo religioso

Esta disserta??o analisa, de uma perspectiva sociol?gica, o processo de implementa??o do novo modelo de ensino religioso nas escolas p?blicas do estado do Rio Grande do Sul, em obedi?ncia ? Lei federal 9.475/97, que estabelece que o ensino religioso ? parte integrante da forma??o b?sica do cidad?o e...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Ranquetat J?nior, Cesar Alberto lattes
Orientador/a: Mariano, Ricardo lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Pontif?cia Universidade Cat?lica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de P?s-Gradua??o em Ci?ncias Sociais
Department: Faculdade de Filosofia e Ci?ncias Humanas
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/4736
Citação:RANQUETAT J?NIOR, Cesar Alberto. A implanta??o do novo modelo de ensino religioso nas escolas p?blicas do Estado do Rio Grande do Sul : laicidade e pluralismo religioso. 2007. 153 f. Disserta??o (Mestrado em Ci?ncias Sociais) - Pontif?cia Universidade Cat?lica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.
Resumo Português:Esta disserta??o analisa, de uma perspectiva sociol?gica, o processo de implementa??o do novo modelo de ensino religioso nas escolas p?blicas do estado do Rio Grande do Sul, em obedi?ncia ? Lei federal 9.475/97, que estabelece que o ensino religioso ? parte integrante da forma??o b?sica do cidad?o e veda qualquer forma de doutrina??o e proselitismo. Trata, tamb?m, da hist?ria do ensino religioso no Rio Grande do Sul e no Brasil e os embates ocorridos no passado e no presente, entre os grupos laicistas e a Igreja Cat?lica, que ainda ? o grupo religioso mais empenhado e influente na defesa e implementa??o dessa disciplina nas escolas p?blicas. Analisa as quest?es da seculariza??o, da laicidade, do pluralismo e da rela??o entre Estado e igrejas no Brasil. Mostra que a nova configura??o supraconfessional da disciplina de ensino religioso reflete, em parte, a pluraliza??o do campo religioso brasileiro e, por conta disso, a crescente press?o sobre os agentes p?blicos para tratarem com isonomia as diferentes agremia??es religiosas. Ao mesmo tempo, por?m, demonstra a persist?ncia, no Rio Grande do Sul, de pr?ticas confessionais e proselitistas contrastantes com a proposta legal de uma disciplina de ensino religioso n?o-confessional e pluralista