Avaliação dos hábitos de vida segundo a Assessment of Life Habits (LIFE-H) : adaptação cultural e valores normativos para crianças brasileiras

Rating scales of infant development have been increasingly used in clinical and scientific research. However, the challenge of accurately identifying changes is compounded by the lack of standardized assessment tools and validated for the Brazilian population. Furthermore, to assess the child's...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Silva, Fernanda Pereira dos Santos lattes
Orientador/a: Rocha, Nelci Adriana Cicuto Ferreira lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Câmpus São Carlos
Programa: Programa de Pós-graduação em Fisioterapia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7637
Resumo Português:Escalas de avaliação do desenvolvimento infantil têm sido cada vez mais utilizadas na clínica e pesquisa científica. Contudo, o desafio da identificação precisa de alterações é agravado pela escassez de instrumentos de avaliação padronizados e validados para a população brasileira. Além disso, avaliar os hábitos da vida de crianças tem sido cada vez mais incentivado na clínica e como tema de estudos. Sendo assim, o primeiro estudo identificou os instrumentos de avaliação infantil desenvolvidos em português ou traduzidos para o português; apresentou as características avaliadas por eles, bem como, identificou a utilidade clínica e a qualidade dos mesmos. O que permitiu concluir que ainda precisam ser desenvolvidos ou traduzidos e validados instrumentos para faixa etária abaixo de 4 anos, com o tema de atividades da vida diária e participação social da criança e, que leve em consideração o contexto e questões familiares. Assim, o segundo estudo foi realizado para apresentar o processo de tradução e adaptação cultural da Assessment of Life Habits for children para o português brasileiro. No processo de tradução, a versão brasileira foi denominada LIFE-H_BR (Avaliação dos Hábitos de Vida, para crianças do nascimento aos 4 anos de idade). Os resultados obtidos, neste estudo, demonstraram alta concordância (<94%), bem como similaridade entre os juízes técnicos no processo de tradução e que 29 itens precisaram ser modificados no processo de adaptação cultural. Contudo, é necessário que a avaliação seja realizada com instrumentos válidos para a população avaliada. Para tanto foram realizados o terceiro e quarto estudos. O Estudo 3 determinou que a porcentagem de itens da LIFE-H_BR, adaptada para crianças de 0-4 anos, estão diretamente relacionados com os itens da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde para Crianças e Jovens (CIF-CJ) e reportou quais domínios da CIF-CJ estão representados na LIFE-H_BR. Além disso, determinou a porcentagem de itens em Atividades e Participação da CIF-CJ podem ser avaliados usando a LIFE-H_BR, e se, a LIFE-H_BR é limitada para avaliar todos os componentes da CIF-CJ. Os resultados encontrados apontaram que a LIFE-H_BR avalia a participação da criança e neste critério ele cumpre o que se propõe, ou seja, apresenta validade de construto. O Estudo 4, teve por objetivo verificar a validade de critério concorrente e preditiva do instrumento LIFE-H_BR, e demonstrou correlação forte e positiva entre o escore bruto da LIFE-H_BR e do PEDI (Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade), confirmando a validade concorrente entre os dois instrumentos. A similaridade entre o escore bruto da LIFE-H_BR e PEDI foi igualmente considerada forte e positiva, confirmando a validade preditiva da LIFE-H_BR. Assim, a versão brasileira da LIFE-H é um instrumento que possui forte validação concorrente e preditiva com o PEDI, sendo considerada válida para a avaliação de crianças brasileiras. Desta forma, espera-se que a LIFE-H_BR possa servir como um instrumento importante para avaliação, evolução e acompanhamento das condições de hábitos de vida de crianças de risco e atípicas. Além de ser uma ferramenta para clínicos e pesquisadores avaliarem os hábitos de vida da criança brasileira, permitindo futuros estudos comparativos de crianças com disfunções e incapacidades. Vale ressaltar ainda que, a LIFE-H_BR apresenta como vantagem a possibilidade de observar e avaliar o grau de satisfação da familia em relação à independencia e participação da criança na sociedade, mais um dado que poderá nortear a intervenção no processo de reabilitação infantil.
Resumo inglês:Rating scales of infant development have been increasingly used in clinical and scientific research. However, the challenge of accurately identifying changes is compounded by the lack of standardized assessment tools and validated for the Brazilian population. Furthermore, to assess the child's life habits have been increasingly promoted in clinical and scientific research. Thus, the first study identified the child assessment tools developed in Portuguese or translated into Portuguese; characteristics of the aspects evaluated by them were presented, and identified their clinical utility and quality. In conclusion, still need to be developed or translated and validated instruments for children under 4 years, with the matter of activities of daily living and children's social participation and that take into account the context and family issues. Thus, the second study was conducted to present the process of translation and cultural adaptation of the Assessment of Life Habits for children to Brazilian Portuguese. In the process of translation, the Brazilian version was called LIFE-H_BR (Avaliação dos Hábitos de Vida, para crianças do nascimento aos 4 anos de idade). The results obtained in this study demonstrated high concordance (<94%) and similarity between the technical judges in the translation process and that 29 items had to be modified in the process of cultural adaptation. However, it is necessary that the evaluation is performed with valid instruments for the studied population. Therefore the third and fourth studies were performed. Study 3 determined the percentage of items LIFE-H_BR adapted for children from 0-4 years that are directly related to the items of the International Classification of Functioning, Disability and Health for Children and Youth (ICF-CY) and reported that areas of ICF-CY are represented in LIFE-H_BR. In addition, the percentage of items in the Activities and Participation ICF-CY that can be evaluated using the LIFE-H_BR was determined, and if the LIFE-H_BR is limited to evaluate all components of the ICF-CY. The results showed that the LIFE-H_BR evaluates the participation of children and in this criterion it meets what is proposed, i.e., it has construct validity. Study 4 aimed to verify the concurrent and predictive criterion validity of the LIFEH_ BR, and demonstrated strong and positive correlation between the raw score of LIFE-H_BR and PEDI (Pediatric Evaluation of Disability Inventory), confirming the concurrent validity between the two instruments. The similarity between the raw score of LIFE-H_BR and PEDI was also considered strong and positive, scores confirming the predictive validity of the LIFEH_BR. Thus, the Brazilian version of the LIFE-H is an instrument that has strong concurrent and predictive validation with PEDI and is considered valid for the evaluation of Brazilian children. Thus, it is expected that the LIFE-H_BR can be an important tool for evaluation, development and monitoring of lifestyle conditions of child patients. In addition, it is a tool for clinicians and researchers to assess the life habits of Brazilian children, allowing future comparative studies of children with disorders and disabilities. It is noteworthy that the LIFE-H_BR has the advantage of observation and evaluation of family satisfaction level regarding the independence and participation of children in society, one more data that can guide the intervention in children's rehabilitation process.