Sociabilidades respeitadas : A Participação dos idosos na implementação da política nacional do idoso no município de São Carlos -SP

This work intended to avaluate the implications of “Old-aged National Politics – PNI” in the city of São Carlos, São paulo, in 2003 and 2004. The participation of technicians and the old-aged themselves in the local construction of this politics was investigated. It was done a qualitative avaluation...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Emérito, Jamila Lopes Pereira lattes
Orientador/a: Mancuso, Maria Inês Rauter lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de São Carlos
Câmpus São Carlos
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7421
Resumo Português:O presente trabalho consiste em um estudo sobre a implementação da Política Nacional do Idoso –PNI, no município paulista de São Carlos, no período de 2003 a 2004. Procurou-se investigar como se efetivou a participação de técnicos e idosos na construção dessa Política localmente. Optou-se pela realização da avaliação qualitativa por essa possibilitar uma maior aproximação com os sujeitos da pesquisa, como também por permitir uma análise mais densa das relações sociais existentes nos grupos. Utilizam-se, outrossim, dados quantitativos para melhor referenciar a análise pretendida. Para isso, foi realizado um acompanhamento às entidades de representação de idosos no município e, de forma sistemática, nos grupos coordenados pelo órgão gestor responsável pela implementação municipal da PNI, ou seja, a Secretaria Municipal da Cidadania e Assistência Social, e o Conselho Municipal do Idoso em função da municipalização das políticas públicas de inclusão social dentre as quais se encontra a PNI, conforme estabelece a Constituição de 1988. Demonstrou-se que os idosos de São Carlos – SP ainda não se vêem como construtores da Política do Idoso no município e que esse é um processo lento, gradual mas, nesse caso, progressivo. Idosos percebem a PNI como direito coletivo de obrigação do Estado. Conclui-se que a participação dos idosos em grupos organizados tanto pela sociedade local como pelo órgão gestor dá-se inicialmente por razões individuais e que a participação desses idosos, enquanto construtores de uma política pública que visa estabelecer e reforçar direitos de cidadania, passa sobretudo da universalização e internalização das informações com interação entre as diversas gerações.
Resumo inglês:This work intended to avaluate the implications of “Old-aged National Politics – PNI” in the city of São Carlos, São paulo, in 2003 and 2004. The participation of technicians and the old-aged themselves in the local construction of this politics was investigated. It was done a qualitative avaluation, because it permitted a close relation among the subject of the research and also a more dense analysis of the social relation of the groups. Quantitative data were used for the analysis done. In order to get the informations, city places of oldaged representation were monitorred in a sistematic way, meanly the groups coordinated by the public manager responsible for PNI city implementation, represented by the city secretary for citzenship and social assistence and the city concil for old-aged, in function of the municipality of the public politics of social inclusion, where is inserted the PNI, according to 1988’s Constitution. It was demonstrated that old-aged en São Carlos – SP still don’t see themselves as constructers of old-aged politcs in the city and that this process is slow, gradual, but in this specific case, progressive. There’s a perception of PNI as a collective right under the obligation of the state. The participation of old-aged in groups organized by local society or the public manager operates initially for individual reasons and their envolvement as constructers of public politics oriented to stablish and reforce citzen’s rights, envolves, among all, the universilization and internalization of information and interation between different generations.